Comer bacon e outros alimentos processados pode fazer mal à saúde mental, diz estudo

Reprodução/Pixabay PublicDomainPictures

É difícil resistir a algumas alimentos que todos sabemos que não faz muito bem à saúde. Processados como bacon, salsicha, presunto e salame podem ter um impacto negativo não só na balança, mas também em nossa mente, de acordo com um novo estudo.

Leia mais: Segundo estudo, comer fast-food e evitar frutas faz mulheres terem mais dificuldade para engravidar

Pesquisadores da Johns Hopkins School of Medicine concluíram que consumir essas comidas pode resultar em uma série de problemas mentais. Pacientes diagnosticados com mania, estado mental caracterizado pela hiperatividade, euforia e insônia, indicaram ter três vezes mais chances de ter ingerido esses alimentos do que aqueles sem histórico de distúrbios psiquiátricos.

Publicado no periódico Molecular Psychiatry, o estudo analisou o histórico médico de 1,101 pessoas com e sem registros de distúrbios psicológicos. Descobriu-se que o consumo de nitratos, substâncias químicas usadas para curar e preservar carnes processadas, está associado a uma saúde mental prejudicada.

Foram realizados alguns testes em ratos e os animais demonstraram maiores sinais de hiperatividade maníaca depois de algumas semanas consumido uma dieta com adição de nitratos. “Analisamos uma série de outros alimentos e a carne curada realmente se destacou como responsável”, disse Robert Yolken, que conduziu o estudo.

Leia mais: Comer alimentos saudáveis em excesso também pode nos fazer ganhar peso, diz especialista

Outros traços intensificados com essa dieta é a bipolaridade e esquizofrenia. No entanto, os participantes não informaram a frequência que comiam esses alimentos ou durante quanto tempo, o que exige mais análises para definir o quanto eles podem aumentar o risco dessas doenças. Na dúvida, é melhor diminuir a ingestão do tão querido bacon e afins.