Comentário de Ludmilla revolta fãs e é questionado por Lumena: "BO difícil de entender"

·3 minuto de leitura
A cantora Ludmilla. Foto: reprodução/Instagram/ludmilla
A cantora Ludmilla. Foto: reprodução/Instagram/ludmilla

Resumo da notícia

  • Ao rebater crítica, Ludmilla foi acusada de ter feito comentário machista

  • Até a ex-BBB Lumena Aleluia questionou a cantora pela declaração

  • Após repercussão, funkeira desabafou sobre os ataques que recebe na web

Ao responder à crítica a suas canções, Ludmilla foi criticada nas redes sociais por uma fala considerada machista neste fim de semana. Até a ex-BBB Lumena Aleluia questionou a cantora pela declaração, que classificou como um "BO difícil de entender".

O post original dizia: "A Ludmilla canta umas músicas tão vibes menina de oitava série mandando indireta no Twitter". A artista, então, compartilhou a publicação com um comentário debochado: "Nossa, se na oitava série sua pussy já matava rindo, deve estar larguíssima hoje em dia, né?".

Leia também:

Em seguida, alguns usuários da plataforma argumentaram que a resposta foi inadequada. "Putz, militou erradíssimo, Lud, desde quando relação sexual alarga? Pensamento machista, amiga", comentou uma internauta.

Já Lumena usou os bordões que ficaram conhecidos no "Big Brother Brasil 21" para opinar sobre o assunto. "Lud que comentário fenotipicamente complicado! Sou sua fã, achei que, ao me criticar no 'BBB', poderia encontrar em você uma referência para aprendizados, mas esse BO aí ficou difícil de entender!", escreveu.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Diante da repercussão, Ludmilla publicou uma série de mensagens desabafando sobre os ataques e ofensas que recebe na internet. 

"Gente, vocês ainda não perceberam que tudo que eu faço é problemático para algumas pessoas? Se eu me posiciono é problemático, se eu respondo alguém querendo me diminuir debochando também é problemático, se eu aceito um convite para ser atriz é problemático, se eu falo de política é problemático, se eu não falo também é problemático, se eu engordo é problemático, se eu emagreço e fico com a perna fina é problemático, se eu faço uma música sobre o que eu vivo é problemático", afirmou.

A cantora acrescentou ainda que os haters já a "fizeram sentir vontade de não existir mais" e provocaram seu afastamento temporário das redes sociais. "Então, eu cheguei à conclusão de que eu nunca vou agradar todo mundo e também não faço mais questão disso, tem algumas pessoas loucas e cheia de ódio", disse.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

No desabafo, Ludmilla afirmou que não vai dar ouvido às críticas e que vai continuar fazendo sua música. "Antes de ser artista sou um ser humano, corre sangue na minha veia, filha, e ferve tanto que chegou a me queimar por me calar por diversas vezes diante do que acontece comigo todos os dias, enfim, bom sábado para vocês", afirmou.

Por fim, ao responder a uma seguidora que apontou que a declaração dela reforçava um estereótipo, a funkeira alegou que é feminista e empodera a liberdade das mulheres no sexo e na vida. "Vocês querem problematizar em cima da gata que fez 'Cai de Boca no meu Bucetão?' [música composta por ela e interpretada por MC Rebecca]. Não faz sentido, chega", escreveu.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.