Com risco de deixar novela, Juliano Cazarré muda de ideia e diz que vai tomar vacina

·2 minuto de leitura
Foto: Reprodução/Instagram (@julianocazarre)
Foto: Reprodução/Instagram (@julianocazarre)

Juliano Cazarré, 40, garante que tomará a vacina contra a Covid-19 na quinta-feira (29). O ator se pronunciou nas redes sociais após o jornalista Léo Dias noticiar que ele corre o risco de deixar a novela 'Pantanal' por não querer ser imunizado. No Instagram, Cazarré negou a versão publicada pelo jornalista, explicou o motivo pelo qual pensou em não ser vacinado e afirmou que entrou em contato com a Globo antes de decidir o que seria feito.

"Há alguns dias eu fiz uma consulta à produção de 'Pantanal' sobre a situação da vacina, pois adquiri imunidade ano passado e já li textos falando que a vacina nesses casos pouco adianta e que uma nova carga viral pode ser prejudicial. Mas deixei bem claro que se for uma condição da casa para que eu participe de 'Pantanal', que eu tomaria", explicou.

Leia também:

Segundo Cazarré, uma conversa com um médico de sua confiança o encorajou a tomar a vacina. "Ele me explicou mais sobre a vacina, tirou dúvidas sobre o processo, como são feitas, e eu já tinha me decidido a tomar, assumindo os mesmos riscos que todos os outros vacinados. No posto me informaram que passe lá quinta-feira (amanhã de tarde). É o que farei", completou. 

É importante lembrar que várias pessoas já foram reinfectadas pela doença, o que prova que apenas a vacina ajudará no controle da pandemia. Luciano Szafir, por exemplo, ficou em estado grave após pegar Covid-19 pela segunda vez.

Criticado pelo negacionismo, Cazarré pediu orações por quem desejou seu mal. "Peço que rezem uma Ave Maria por todos aqueles que vieram desejar a minha morte, de meus filhos. Rezem também uma Ave Maria pelo colega que sugeriu pegar o meu lugar por estar vacinado. Ele é um grande ator e não merece estar nessa situação. Ao rebanho de muares que veio aqui me xingar por causa da vacina, podem voltar a me xingar apenas pelos motivos de antes: minha opção religiosa e por eu não acreditar na mesma ideologia que vocês", escreveu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos