Com filho nascido no carro, Leandro Lima encara paternidade como missão; veja o vídeo

Leandro Lima está feliz da vida com o nascimento de Toni, fruto do seu relacionamento com a modelo Flávia Lucini. O ator, que está no ar em "Pantanal", conversou com o Yahoo sobre os desafios da paternidade e a missão de criar um menino longe do machismo.

"A gente vai fazer de tudo para ter um cara bacana pra esse mundo que está precisando de gente boa, de gente consciente", diz ele, que já imagina como serão as conversas do futuro com o herdeiro. Vale lembrar que o ator também é pai de Giulia Lins, de 22 anos.

"Acho que a primeira premissa que a gente vai ensinar ao Toni é falar assim: respeite todas as pessoas, respeite todas as opiniões. Conversar com ele, falar sempre a verdade, dizer para respeitar todo mundo, independente de crença, orientação", afirma.

Na ficção, Leandro interpreta um dos personagens mais abusivos e odiados do momento. O show de machismo, no entanto, fica só em "Pantanal". Em casa, com a esposa e o filho, o ator divide as tarefas e encara a paternidade como uma missão especial.

"Quando eu falo em participar, ajudar, eu não quero usar nem a palavra 'ajudar', eu quero dividir, né. Enquanto eu estiver aqui em casa, eu quero dividir todas as tarefas", entrega.

Assista à entrevista completa:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos