Com emoji de palhaço, Léo Santana ironiza aglomeração em estádio

·1 min de leitura
Cantor fez questionamento nas redes sociais (Foto: Reprodução/Instagram/@leosantana)
Cantor fez questionamento nas redes sociais (Foto: Reprodução/Instagram/@leosantana)

Léo Santana está insatisfeito com as normas que impedem, por causa da pandemia, que artistas façam shows com mais de três mil pessoas na Bahia. Com um emoji de palhaço cobrindo o rosto, o cantor comentou no Instagram sobre a aglomeração na Arena Fonte Nova, no jogo entre Bahia e Grêmio.

A partida aconteceu na sexta-feira (26) e reuniu mais de 30 mil torcedores no estádio. Léo chamou atenção para a quantidade de público permitida e quis saber qual a diferença da aglomeração no futebol para os shows que ele e outros cantores apresentam.

"Minha cara vendo 35 mil pessoas no estádio hoje em Salvador. 70% do público liberado para estádio de futebol. Glória Deus! Eventos de show saem de três mil quando? Explica para nós, qual a diferença? Por que não podemos?", questionou Léo Santana.

Em setembro do ano passado, o cantor Gusttavo Lima também pediu a volta dos shows com público. Na ocasião, o ritmo de vacinação no Brasil ainda era muito lento e o artista foi chamado de egoísta por internautas.

"Nosso segmento não pode mais ficar parado. São tantas famílias que dependem disso para ter o que comer em casa. Músicos, técnicos, cantores, seguranças, garçons, enfim... Somos capazes de tomar todas as providências cabíveis para que os eventos voltem com toda segurança social e conforto para o nosso público! O setor de entretenimento pede socorro!", afirmou o sertanejo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos