Com acordo milionário, Disney é liberada para usar nome Star+

·2 min de leitura

A novela pelo uso do nome do Star+ no Brasil finalmente chegou ao fim. A Disney e a Starz chegaram a um acordo que permite que a gigante do entretenimento global use o nome em sua mais nova plataforma de streaming, que será lançada no país no próximo dia 31. Para isso, a Casa do Mickey vai pagar R$ 50 milhões por possíveis danos causados pelo novo serviço à Starz.

A informação de que a Disney pagaria esse valor à Starz já tinha sido divulgada no início do mês, com a diferença de que as duas empresas não esperaram até a audiência final do caso, marcada para o dia 24 de agosto, para resolver a disputa. Dessa forma, a liminar concedida pela Justiça que impedia o uso do nome Star+ deixa de valer e a marca está liberada — o que significa que o lançamento do Star+ vai acontecer sem qualquer entrave.

Catálogo do Star+ vai trazer conteúdo mais variado do que os filmes e séries para família do Disney+ (Imagem: Reprodução/Star+)
Catálogo do Star+ vai trazer conteúdo mais variado do que os filmes e séries para família do Disney+ (Imagem: Reprodução/Star+)

Com isso, a expectativa é que a Disney passe a investir pesado na divulgação da plataforma no país, principalmente se levarmos em conta que faltam apenas algumas semanas para sua chegada ao Brasil. A principal incógnita que deve ser revelada em breve é o preço da assinatura, o que deve ser anunciado nos próximos dias. Espera-se que haja algum tipo de combo com o Disney+ ou mesmo algum benefício para quem já é assinante do outro streaming.

O principal destaque do Star+ é a disponibilização de conteúdo adulto que ficou de fora do Disney+, como boa parte das produções da Fox. Isso inclui, por exemplo, os filmes do Deadpool, da série Alien e até mesmo boa parte dos episódios de Os Simpsons. Além disso, o novo serviço vai contar com transmissão dos canais ESPN.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos