Com 5 anos, filho de Rafa Brites e Felipe Andreoli já sabe o que é a Lei Maria da Penha: “Orgulho”

Rafa Brites e Felipe Andreoli ganharam vale night para festival (Foto: Lucas Ramos/AgNews)
Rafa Brites e Felipe Andreoli ganharam vale night para festival (Foto: Lucas Ramos/AgNews)

Rafa Brites fala muito sobre feminismo e maternidade em suas redes sociais. Nesta terça-feira (26), ela compartilhou uma experiência que reflete a educação que ela e Felipe Andreoli têm dado aos filhos. Segundo a apresentadora, Rocco, de apenas 5 anos, já sabe o que é a Lei Maria da Penha.

"Meu filho estava encantado com o Charles Chaplin. Estávamos assistindo um filme e em determinado momento, o Chaplin foi empurrar uma mulher. Rocco na hora falou: 'Chaplin, a Lei Maria da Penha' vai te prender!'", contou, toda orgulhosa.

Nos comentários da publicação, muitas mulheres elogiaram Rafa Brites pelo trabalho. "Por mais mães como você", disse uma. "Exemplo vem de casa", opinou outra. "Isso mostra a importância de criar bons homens que representem as mulheres", comentou uma terceira.

Para que serve a Lei Maria da Penha?

Em termos gerais, a Lei Maria da Penha protege todas as mulheres independentemente da nacionalidade, etnia, religião, orientação sexual e idade.

Apesar de ser muito ligada aos casos de violência doméstica, e o termo, em si, denotar que essas vítimas são agredidas física, moral ou sexualmente por parentes diretos, esse não necessariamente é o caso. A Lei garante proteção tanto de parceiros legais (ou seja, maridos), como namorados, ex-namorados ou pessoas que não tenham vínculo de sangue com a vítima. São esses: enteados, cunhados, familiares de criação ou conhecidos (a definição "vizinho" costumava aparecer com frequência na lista de acusações em estudos sobre violência doméstica no período pré-pandemia).

E do quê a lei protege, exatamente? Ela considera violência física, psicológica, sexual, moral ou patrimonial. Importante esclarecer que violência física é entendida, nesse contexto, como qualquer ato que ofenda a integridade ou saúde física da mulher. Já a psicológica, é compreendida como aqueles atos que causem danos emocionais e relacionados à autoestima. Pense em ameaças, ofensas, insultos, manipulação e até controle sobre o ir e vir de uma mulher, como proibição de sair de casa ou de ir a certos lugares.