Colega de Felipe Neto é perseguido de sunga por agentes na zona sul do Rio

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 25.09.2017: O youtuber Felipe Neto em quarto de hotel do Itaim, na zona oeste de São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 25.09.2017: O youtuber Felipe Neto em quarto de hotel do Itaim, na zona oeste de São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As imagens de um homem de sunga correndo de guardas municipais na zona sul do Rio viralizaram nesta quarta-feira (24). O flagrante foi feito pela TV Globo, que exibiu o material no Bom Dia Rio.

O rapaz, que segurava uma bola, foi abordado por agentes que realizavam uma fiscalização na praia para evitar a permanência de pessoas na faixa de área, conforme decreto da Prefeitura da cidade. Além de descumprir essa medida, ele não usava máscara.

Segundo o relato dos agentes, ele afirmou que estava sem identificação e disse que iria buscar o documento no carro. Nesse momento, ele tentou fugir, mas foi detido pelos agentes e encaminhado para a 14ª DP (Leblon).

A surpresa ficou por conta do youtuber Felipe Neto, 33, que disse conhecer o infrator. "Lembra que eu falei para vocês que eu tinha um colega terraplanista e negacionista? É contra isolamento, contra vacina etc... Eis que hoje ele decide ir à praia e aparece no jornal da manhã...", contou nas redes sociais.

O influenciador ainda fez algumas explicações para os seguidores. "Ele tem um coração de ouro, mas se perdeu totalmente em páginas de Facebook de terraplanismo e negacionismo", afirmou. "Acabei cortando relações."