Coala Festival 2021: evento retorna ao Memorial da América Latina com promessa de expansão

Guilherme Araujo
·1 minuto de leitura
O cantor Ney Motogrosso foi uma das atrações da última edição, em 2019 (Foto: Allan Tolentino)
Foto: Allan Tolentino

O mundo foi obrigado a parar em 2020 por conta da pandemia e os festivais brasileiros, que reuniam grandes e animadas aglomerações, seguem com suas programações congeladas. Talvez seja por isso mesmo que, enquanto um cenário mais oportuno não se desenha, os sonhos sejam mantidos vivos.

Nesta terça-feira (10) o Coala Festival anunciou um retorno físico ao Memorial da América Latina, casa que recebe a festa desde seu primeiro ano de existência. Após uma edição virtual, que convidou a íntegra do lineup a se apresentar em um palco isolado, no meio da natureza, o regresso à cidade acontece nos dias 11 e 12 de setembro de 2021.

A pré-venda de ingressos já está disponível no site Total Acesso e os valores oscilam entre R$ 60 e R$ 130.

> Passe Coalático (para dois dias):
R$130,00

> Para um dia:
R$120,00 (inteira)
R$ 60,00 (meia-entrada)
R$ 90,00 (solidário)

Em nota, os organizadores revelaram o interesse de expandir o evento e valorizar, exponencialmente, tudo aquilo que ficou guardado nos meses de isolamento. “A ideia é que, com todos os aprendizados deste ano, em 2021 a gente faça um festival híbrido, que uma a experiência presencial com a abrangência do digital”, diz Gabriel Andrade, sócio fundador do Coala.

Em 2020, a festa teve transmissão pelo YouTube e pelo canal da TNT, que concentraram cerca de 660 mil espectadores. Entre as atrações estava um show inédito de Gilberto Gil com Gilsons, além de Novos Baianos, Mc Tha com Rico Dalasam, Nego Bala e Mariana Aydar com Mestrinho.