Co-criador de Rick and Morty é acusado de violência doméstica nos EUA

Justin Roiland, co-criador de Rick and Morty, foi acusado em um tribunal da Califórnia por agressão doméstica e cárcere privado, de acordo com um relatório da NBC News.

A NBC, que obteve a denúncia criminal em questão, diz que Roiland foi acusado em maio de 2020 em conexão com um incidente ocorrido em janeiro daquele ano.

 
Imagem: Divulgação

Roiland é acusado de um crime de agressão doméstica com lesão corporal e um crime de cárcere privado por ameaça, violência, fraude e/ou engano -- ambos contra uma pessoa anônima com quem ele estava namorando na época.

Ele se declarou "inocente" de ambas as acusações.

Até agora, mais de uma dúzia de audiências foram realizadas relacionadas a essas acusações, incluindo uma audiência pré-julgamento hoje, mas a data do julgamento ainda não foi marcada.

Roiland teria sido preso em maio de 2020 e libertado sob fiança de US$ 50.000 no agosto seguinte. Em outubro, uma ordem de proteção foi registrada afirmando que ele não tinha permissão para assediar, ameaçar, vigiar ou chegar a menos de 30 metros da vítima em questão.

Vários outros detalhes do caso estão sendo retidos sob uma ordem de proteção, embora um advogado tenha confirmado à NBC News que uma oferta judicial está disponível. A NBC relata que uma audiência do caso está planejada para se reunir em 27 de abril, com Roiland ordenado a comparecer.

*Traduzido por Víctor Aliaga

Inscreva-se no canal do IGN Brasil no Youtube e visite as nossas páginas no TikTok, Facebook, Twitter, In...

Co-criador de Rick and Morty é acusado de violência doméstica nos EUA
Leia Mais

Até quando vai durar Rick and Morty ?
Rick And Morty: Sexta Temporada - Primeiras Impressões
Rick and Morty pode durar 'para sempre', dizem criadores