Clubes reclamam de atraso no pagamento da Turner pelo Brasileirão

Palmeiras e Santos são dois dos clubes com contrato com a Turner (Alan Morici/Agif)

Palmeiras, Santos, Athletico, Coritiba, Inter, Ceará, Fortaleza e Bahia. Os oito clubes da Série A do Brasileiro garantem ter mais um motivo para brigar com a Turner, empresa dona do Esporte Interativo, e parceira nos direitos de transmissão em TV fechada. "A Turner já nos avisou que não vai pagar a parcela de abril", revela um dirigente, em contato com o Blog.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

A programação inicial era de que a Turner pagasse a primeira parcela referente ao Brasileirão de 2020 em abril, mesmo levando em consideração que o torneio só começaria em 2 de maio.

Leia também:

“Não sabemos quando receberemos, o que é muito ruim, especialmente neste momento”, explica o representante de um dos oito clubes, temendo que o não pagamento seja o primeiro passo para uma saída definitiva da Turner do futebol brasileiro.

Parte destes times parceiros tem a impressão de que a emissora vem fazendo movimentos para sair. Recentemente, a Turner notificou alguns clubes por causa do descumprimento de algumas cláusulas dos contratos.

Importante: em contato com o Blog, um importante representante da Turner assegurou que não há qualquer intenção da emissora em rescindir os contratos e deixar o futebol brasileiro. A alegação é de que foram muitos anos de esforço e negociações para ter a chance de transmitir o Brasileirão. Então, neste momento, não faria sentido algum romper os vínculos, levando em consideração que a Turner tem quase metade dos 20 times da Série A.

Veja mais de Jorge Nicola no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.