Cleo Pires: 'Falo naturalmente sobre sexo e fica parecendo que sou ninfomaníaca'

A atriz durante evento em São Paulo. ( Francisco Cepeda/Agnews)

Cleo Pires não parece nem um pouco incomodada com a repercussão das declarações sobre sexo que tem dado nos últimos tempos: “Acho que as pessoas têm problema em falar de sexo e eu falo naturalmente. Falo do conceito, de ideias, não quer dizer que estou fazendo tudo o que falo. Mas é engraçado porque fica parecendo que sou a ninfomaníaca, que só falo disso”, disse a atriz ao participar do evento de uma grife de bolsas, na noite de terça-feira (19), em São Paulo.

Leia Mais:
‘Nunca vou aceitar’, diz Ana Hickmann sobre indiciamento do cunhado
‘Queria as crianças só para mim, não queria dividir com Mara e Angélica’, revela Xuxa

As declarações de Cleo sobre sexo ficaram mais frequentes desde que ela lançou seu próprio site: “Gosto de ter um lugar para expressar o que quiser, do jeito quiser, sem nenhuma rédea ou filtro”. Foi em uma dessas que seu comentário sobre sexo tântrico deu o que falar: “O meu amigo Caio Fischer disse que tinha feito. Eu falei: 'jura? queria muito fazer’. Mas gente, quem não quer? Eu adoraria fazer com uma pessoa que estou a fim, que eu ame”.

Atualmente na pele de Tamara, sua personagem na novela “Haja Coração”, que não existia em “Sassaricando” (1987), Cleo Pires se diz feliz com o papel: “Eu me sinto mais livre para fazer, já que é uma personagem totalmente nova na novela”, garante. Ela também pode ser vista nos cinemas, no filme “Mais Forte que o Mundo - A História de José Aldo”, no qual interpreta a ex-lutadora Vivianne Oliveira, mulher do protagonista vivido por José Loreto. “O filme está muito bem, rendendo comentários em todas as mídias”.