"Sou colocada no nicho sexual para desvalorizarem minhas conquistas", desabafa Cleo

·2 min de leitura
Cleo Pires. Foto: reprodução/Instagram/cleo
Cleo Pires. Foto: reprodução/Instagram/cleo

Alvo constante dos haters, Cleo diz que o machismo é responsável por boa parte das críticas que recebe na internet. Apesar de procurar ignorar as mensagens de ódio, ela reconhece que as cobranças em relação a seu corpo e comentários sobre sexualidade pesam mais simplesmente pelo fato de ela ser uma mulher.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

“Um exemplo é quando me pronuncio a respeito de assuntos como sexualidade e sou automaticamente colocada nesse nicho sexual, que é usado para desvalorizar qualquer discurso ou conquista minha. Mas um homem que fala constantemente sobre isso não é desvalorizado, as palavras dele são colocadas de uma forma natural”, afirmou a atriz e cantora, em entrevista ao portal Uol.

Leia também:

Cleo diz ainda que as cobranças interferiram, durante um bom tempo, na forma como ela se enxergava em relação ao próprio corpo. “Acho que essa interferência ainda acontece, embora hoje eu me sinta muito mais protegida. Na verdade, nunca entendi essa necessidade de projeção das pessoas que me cobram a respeito disso, cobram um corpo que não me pertence mais, esse estereótipo do corpo perfeito. Eu acho brutal”, analisou.

Enquanto cuida de projetos pessoais na quarentena, como a produção de seu próximo álbum, a artista conta qual seria seu conselho para si mesma no início da carreira.

“Diria para não deixar que o medo da opinião dos outros controle demais a sua vida. Durante muito tempo eu me privei de realizar sonhos porque sentia medo de como seria recebida nos lugares que queria ocupar, como seria o pensamento das pessoas. Acredito que tudo acontece no tempo certo, mas deixei que os meus medos me dominassem muito, por um período longo”, afirmou. “Cansei de ouvir que não podia seguir uma determinada direção porque ‘não era isso o que as pessoas esperavam de mim.’

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos