Claudia Leitte é processada por síndico e negocia dívida de R$33 mil

·1 minuto de leitura
Claudia Leitte (Reprodução Instagram)
Claudia Leitte (Reprodução Instagram)

Claudia Leitte foi processada por um síndico de Salvador e fez um acordo para quitar uma dívida de mais de R$33 mil reais. De acordo com informações da coluna de Fábio Oliveira, do jornal 'O Dia', a ação foi movida pelo síndico de um edifício comercial no bairro Caminho das Árvores, em Salvador, cobrando da artista taxas mensais de condomínio de quatro saladas. O valor total é de R$33.695,56.

No dia 23 de julho, a Justiça da Bahia aceitou o pedido mútuo para parcelamento do débito. Claudia Leitte antecipou R$5 mil e pagará 16 parcelas mensais.

Leia também:

Claudia Leitte não se posicionou publicamente sobre o processo, que continua em aberto. Atualmente, a cantora atua como jurada do 'The Voice'.

Polêmica na pandemia

Claudia Leitte postou um desabafo em suas redes sociais pedindo desculpas por sua participação no 'Altas Horas' do último sábado (22).

A cantora foi criticada após dar respostas evasivas sobre o pior momento da pandemia da Covid-19 no Brasil, e sua recusa em se posicionar politicamente destoou de maneira incômoda de Déborah Secco e Ana Maria Braga, que aproveitaram o programa para criticar o governo federal.

"Eu não sei porque eu dei uma resposta evasiva. Desde que saí do programa estou reflexiva, um artista precisa ter um papel muito claro. Eu movimento pessoas, faço entretenimento com uma missão. Quando eu saio do palco, eu continuo servindo aquelas pessoas. Precisava ter falado sobre as minhas indignações. Me indigna o fato de que as pessoas não usam máscaras, incitando aglomerações. Isso mata. O número alarmante de mortes é desesperador", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos