Claudia Leitte é criticada por ficar em silêncio durante coro de "Fora Bolsonaro"

Claudia Leitte foi criticada pelo público após manter uma postura em cima do muro sobre o governo do presidente Jair Messias Bolsonaro (PL). A cantora já havia sido criticada anteriormente por fazer discursos políticos generalistas e sem conteúdo específico, ficando apenas na crítica superficial.

Durante um show em Natal, no Rio Grande do Norte, Claudia Leitte dez um discurso contra o sistema político atual, mas novamente não se aprofundou na fala, não citou nenhum político especificamente e endossou o discurso de ser "contra tudo isso que está aí". "Impostos que pagamos todo dia aumentando. Eu amo meu país, mas me envergonho do sistema. Políticos retrógrados, nosso grande problema. Vou seguir protestando, eu vou lutar, eu vou vencer". disse ela.

Imediatamente, o público puxou um coro "Fora Bolsonaro", que não foi endossado pela cantora. Claudia Leitte permaneceu imóvel, apenas sorrindo, e não respondeu as críticas do público ao presidente. Nas redes sociais, o público criticou a postura da cantora e a comparou com Ivete Sangalo, que durante seu show em Natal ajudou a puxar o coro contra o presidente.

Polêmica por aglomeração

Claudia Leitte causou polêmica ao promover um trio elétrico em São Paulo no estacionamento do Espaço das Américas. Nos vídeos do evento é possível ver uma aglomeração gigante de pessoas sem máscara, e o nome da cantora virou Trending Topic no Twitter ao ser chamada de genocida.

Em seu Instagram, a artista explicou que o evento seguiu os protocolos sanitários da cidade de São Paulo. "O evento foi realizado com limitação de público, exigência de comprovante de vacinação e outras exigências sanitárias estabelecidades pela Secretaria de Saúde de São Paulo", explicou.

Pela lei do governo de São Paulo, o uso de máscara em ambientes externos é obrigatório em São Paulo até o dia 11 de dezembro.

No Twitter os comentários condenando a atitude da cantora ganharam força. "O show da Claudia Leitte ontem em SP já pode ser considerado como o marco do retorno à normalidade? Ou, para as igrejas e escolas, o distanciamento e as máscaras continuam?", perguntou um.

Já outro internauta questionou a seletividade dos ataques. "A tag 'Claudia Leitte Genocida" nos trends, mas não vi ninguém subindo essa tag pra atacar outros cantores que já estão fazendo vários shows com mega aglomeração, um monte de macho fazendo isso e ninguém fala nada!!! Parem de ser hipócritas, seus m****s", esbravejou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos