Cinema fechado pelo coronavírus vira drive-in de sucesso nos EUA

·2 min de leitura
REUTERS/Leon Kuegeler
REUTERS/Leon Kuegeler

Por causa da pandemia do novo coronavírus, muitos cinemas de todo o mundo precisaram fechar as portas. Com as atividades suspensas, um complexo no Texas, nos Estados Unidos, no entanto, conseguiu dar o seu jeito para manter o projetor funcionando - sem desrespeitar as orientações da Organização Mundial de Saúde de distanciamento social. A ideia, até o momento, tem sido um sucesso.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Localizado na cidade de Schertz, no Condado de Bexar, o EVO Entertainment tem projetado filmes no seu estacionamento. O visitante assiste aos títulos dentro do carro, no estacionamento, em segurança. O único requisito para ver os filmes é ter um bom sistema de som dentro do veículo, já que o áudio dos longas é transmitido através de faixas de rádio AM/FM.

Leia também

Para melhorar, os ingressos são gratuitos. Aproveitando a lotação, o cinema tem lucrado ao oferecer comida durante as sessões. "Todos os pagamentos são feitos através de aplicativo e nenhum dinheiro é aceito. Quando os pedidos estão prontos, um funcionário da EVO equipado com luvas de nitrilo deixa os itens do lado da porta do motorista", diz reportagem da Forbes.

Desde a estréia do serviço em 27 de março, todas as exibições tiveram lotação de público. Até o dia 3 de abril, todas as sessões - que incluem Top Gun: Ases Indomáveis e Grease: Nos Tempos da Brilhantina (clássico do cinema drive-in) - já contam com 100% das vagas reservadas. Por causa do sucesso de público, o drive-in promete aumentar os horários das sessões nas próximas semanas.

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos