Cinco jogadores importantes que podem assinar pré-contrato

Robinho foi sondado por dois clubes brasileiros em janeiro (VI Images/Getty Images)

Willian, Robinho, Pedro, Aranguiz e Arda Turan. O quinteto, com currículo pesado, está livre para assinar pré-contrato e virar reforço a partir do segundo semestre. Tudo porque o vínculo de todos com seus atuais clubes se encerra em 30 de junho e a legislação do futebol permite que eles já se acertem sem custos com quem bem entenderem.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Willian é aquele com mais moral. Jogador da seleção brasileira na última Copa do Mundo, ele voltou a ser convocado por Tite recentemente e é titular absoluto do Chelsea - são 31 jogos e cinco gols na atual temporada. E mais: ele recebeu proposta do Barcelona nos últimos dias.

Leia também:

O clube catalão topou desembolsar cerca de R$ 110 milhões para comprá-lo, apesar da proximidade do fim do contrato. O Chelsea rejeitou, sob a alegação de que perder o brasileiro pode complicar a busca por uma vaga na Liga dos Campeões da próxima temporada, que vale aproximadamente R$ 460 milhões.

O Blog procurou um representante do escritório de Giuliano Bertolucci, que cuida dos interesses de Willian, assegura que não existiram propostas de clubes brasileiros recentemente.

O outro brasileiro da lista é Robinho, que defende o Istanbul Basaksehir, da Turquia. Seu time é vice-líder do campeonato nacional, mas o ex-atacante tem jogado pouco: são 15 das 32 partidas do Istabnbul. Ele não balançou as redes e foi mais reserva (oito vezes) do que titular (sete).

Advogada de Robinho, Marisa Alija confirmou que Robinho foi sondado nas últimas semanas por dois clubes brasileiros. “Ele também foi procurado por um clube do Japão, dos Emirados Árabes e da Europa”, acrescenta.

Autor de 17 gols em 65 jogos pela seleção espanhola, Pedro está de saída do Chelsea. Seu vínculo com os ingleses termina em junho e não há interesse dos Blues na renovação - até porque o atacante tem jogado pouco: só fez 13 partidas e um gol na atual temporada.

Pedro se ofereceu para voltar ao Barcelona, onde atuou de 2004 a 2015, mas os espanhóis não demonstraram muito interesse. Jogar no Brasil seria uma possibilidade? A chance não é das maiores por causa dos salários: ele ganha mais de R$ 2 milhões por mês na Inglaterra.

Aranguiz é o quarto atleta da relação. O chileno, ídolo do torcedor colorado, já tem proposta para voltar ao Internacional no segundo semestre. Ele esteve no Beira Rio de 2014 a 2015, quando acabou vendido ao Bayer Leverkusen por 13 milhões de euros. Está na Alemanha desde então, com 124 jogos e dez gols marcados. A Inter de Milão é outro interessado.

Por fim, o turco Arda Turan, que pertence ao Benfica, também pode virar alternativa. Ele acaba de ser devolvido pelo Istanbul ao time espanhol depois de uma série de confusões em seu país natal. O meia-atacante chegou a ficar suspenso por 16 jogos após empurrar um árbitro e acabou condenado a quase três anos após briga com um cantor turco em uma casa noturna.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter