Chuva em SP: Moradores flagram deslizamento de terra em Osasco

Deslizamento de terra em Osasco. (Foto: Reprodução/TV Globo)

As chuvas intensas que atingem São Paulo desde a madrugada desta segunda-feira (10) provocaram um deslizamento de terra no Morro do Socó, em Osasco, região da Grande São Paulo. O momento do deslizamento foi captado por moradores, que se assustaram com o volume de terra deslocado.

A Prefeitura de Osasco informou que ainda está apurando se há pessoas feridas, bem como o número de casas atingidas ou sob risco. Ainda de acordo com a prefeitura, a cidade registrou nesta madrugada a maior chuva dos últimos oito anos.

Leia também

As aulas nas escolas municipais foram mantidas, mas a gestão municipal ainda estuda suspender as atividades do período da tarde.

Assista:

SÃO PAULO

O Governo do Estado de São Paulo afirmou que não há previsão de quando os rios Tietê e Pinheiros irão abaixar de nível após as fortes chuvas que caem na capital. Em três horas, choveu cerca de metade do volume que estava previsto para todo o mês de fevereiro para a cidade de São Paulo. Há bairros que concentraram mais de 100 milímetros de chuva.

A cidade de São Paulo registrou, por volta das 11h da manhã de hoje (10), 62 pontos de alagamento, sendo 13 deles na Marginal Tietê e sete na região da Marginal Pinheiros. A previsão do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) é que a chuva intensa continue até o fim da tarde.

O Corpo de Bombeiros registrou 36 desabamentos e 320 pontos de enchente no município. Os principais rios da capital paulista transbordaram. O Pinheiros segue alagando a Marginal Pinheiros na altura da Ponte Cidade Universitária e da Ponte do Jaguaré. O ponto mais crítico do Rio Tietê é próximo à Ponte do Piqueri. Os córregos que ainda registram transbordamento são: Córrego Tremembé, Córrego Ipiranga, Córrego Pirajuçara e Córrego Perus.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) suspendeu o Rodízio Municipal de Veículos para carros e caminhões, durante o dia todo. A Linhas 9 Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) opera parcialmente, devido ao alagamento nos trilhos.

EXPEDIENTE SUSPENSO

O Tribunal de Justiça de São Paulo  (TJSP) suspendeu o expediente hoje em todas as unidades judiciais e administrativas das comarcas da Capital, Barueri, Botucatu, Cubatão, Franco da Rocha, Guarulhos, Itapecerica da Serra, Jandira e Osasco. “A medida é necessária em razão do caos que chuvas intensas e alagamentos estão causando nas cidades. A Presidência do TJSP também informa que, aos funcionários que chegarem a suas unidades até as 11 horas e quiserem, espontaneamente, permanecer até 17 horas, quando todos serão dispensados, serão concedidas horas credoras”, informa a nota.

A Polícia Federal também cancelou o atendimento ao público na Superintendência Regional da Polícia Federal em São Paulo. “Os requerentes de passaporte e estrangeiros com agendamento programado para a data de hoje poderão retornar até o dia 28 de fevereiro, sem necessidade de reagendar o seu atendimento.”