Chuva inunda arena e suspende terceira noite do Festival Virada Salvador

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma forte chuva no início da madrugada desta terça-feira (31) alagou a Arena Daniela Mercury e interrompeu a terceira noite do Festival Virada Salvador, realizado na orla da Boca do Rio, na capital baiana.

O cantor Gusttavo Lima acabara de cantar para uma multidão e o DJ Alok começava a tocar quando o festival foi suspenso para que agentes da prefeitura desobstruíssem o local. Antes, o cantor Kannário e o grupo Harmonia do Samba já haviam subido ao palco. 

Em nota, a Prefeitura de Salvador informou que o alagamento em frente ao palco foi provocado pelo grande volume de água e por resíduos, especialmente garrafas plásticas. Na mesma nota, foi divulgada a informação de que os shows seriam retomados ainda na madrugada, mas isso não foi possível.

Às 3h30, a prefeitura divulgou uma segunda nota informando o cancelamento dos três últimos shows da noite. Além de Alok, ainda faltavam se apresentar o cantor Wesley Safadão e o grupo Psirico.

As apresentações foram canceladas para preservar a segurança do público e de toda a equipe envolvida na organização do evento.

A chuva causou também problemas no sistema de som e de iluminação do palco.

Guardas civis municipais afastaram as pessoas da área alagada para evitar acidentes e bombeiros vistoriaram o local. 

Vídeos do alagamento feitos pelo público circularam nas redes sociais durante a madrugada, mostrando que a arena virou uma "piscina noturna".

O festival começou no dia 28 e já teve atrações como Iza, Anitta, Luan Santana e Claudia Leite. 

Segundo os organizadores, a programação desta terça-feira à noite e da quarta-feira (1º) estão mantidas. Entre os artistas desta terça estão Ivete Sangalo, Léo Santana e Jorge e Mateus.