Chucky, o 'Brinquedo Assassino', ataca no século 21

Com a família completa, Chucky continua a saga (Foto: Reprodução/IMDb)

Lançado em 1998, o boneco Chucky permanece como o brinquedo mais assustador e carismático do cinema. No últimos 30 anos, com 9 produções, a família Chucky está em evidência em filmes de terror nos séculos 20 e 21.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Dez anos depois de ‘Brinquedo Assassino’, o boneco ganhou uma parceira em ‘A Noiva de Chucky’. Em 2004, a família aumentou, com ‘O Filho de Chucky’. Depois, vieram mais sete produções, a mais recente delas, ‘Brinquedo Assassino’ (2019), na qual o boneco ganha inteligência artificial.

Leia também

Chucky e sua família começaram sua saga no século 21 em 2004

Família completa em ‘O Filho de Chucky’ (2004)

Agora a família está completa (Foto: Reprodução/IMDb)

Criador do personagem, Don Mancini estreia na direção levando a franquia ao auge do absurdo: Chucky e Tiffany tiveram um filho que é o oposto deles. Glen - ou Glenda, questiona o próprio gênero e sua capacidade de matar. Assim, os pais disputam a atenção da criança, enquanto seguem na busca por corpos humanos. O filme usa o ridículo para falar sobre temas com a inabilidade dos pais em compreender filhos trans, além de satirizar a corrupção em Hollywood. A nova reinvenção foi um fracasso de público e crítica.

A saga continua em ‘Maldição de Chucky’ (2013)

Não se deixe enganar pelo rosto simpático do boneco (Foto: Reprodução/IMDb)

Quase uma década depois, os fãs de Chucky clamavam por mais um filme que seria um retorno às origens. O criador Don Mancini volta à direção e desta vez, Chucky massacra uma família em luto. Fiona Dourif, filha de Brad Dourif - o carismático dublador de Chucky, interpreta Nica, a protagonista do filme e novo bode expiatório do boneco. O longa agradou público e crítica, porém foi lançado diretamente nas plataformas digitais e em home video.

Chucky ganha novos amigos em ‘O Culto de Chucky’ (2017)

Chucky não para com os banhos de sangue (Foto: Reprodução/IMDb)

O último longa da franquia original segue novamente Nica, agora internada em um hospital psiquiátrico. Ela acredita ser responsável pelo assassinato de sua família e que Chucky era apenas uma ilusão. O boneco volta até ela e elimina os outros pacientes do hospital. O filme marca o retorno da mais antiga vítima de Chucky, Andy Barclay, e também de sua noiva Tiffany, além de uma legião de bonecos assassinos.

Chucky ganha inteligência artificial em ‘Brinquedo Assassino’ (2019)

O novo filme trará novidades sobre a maldade de Chucky (Foto: Reprodução/IMDb)

Personagem que cativou gerações por 30 anos, Chucky agora é um boneco de inteligência artificial. A história bebe da fonte original de 1988: Andy Barclay ganha o brinquedo de sua mãe e ele começa a assassinar pessoas - desta vez para defender do garoto. A dublagem de Chucky é de Mark Hammil, o Luke Skywalker de Star Wars, também dublador do Coringa nos games e desenhos animados do Batman. Recebido mundialmente como um dos melhores filmes de terror de 2019, mostrou que um clássico nunca sai de moda.