Cantor do RBD pede que foto da banda não seja usada em campanha de vacinação contra covid-19

·2 minuto de leitura
Christopher Uckermann é parte do RBD (foto: Medios y Media/Getty Images)
Christopher Uckermann é parte do RBD (foto: Medios y Media/Getty Images)

Parece que é uma piada, mas não, após mais de 18 meses pessoas ainda são negacionistas com o poder de contágio e disseminação do coronavírus e contra as vacinas, que são a única arma de defesa. O antivacina da vez foi o cantor Christopher Uckermann.

O stress começou após a Prefeitura de Sobral, no Ceará, usar uma foto do grupo Rebelde / RBD, para divulgar a vacinação para pessoas de 22 e 23 anos. Revoltado com o uso da imagem, que não deve ter tido uma prévia autorização, ele comentou em português e espanhol na imagem.

Leia também:

"Deixem de usar o tema Rebelde para promover a vacina. Nós não temos nada a ver com isso!”, esbravejou em português nas redes sociais da prefeitura. O comportamento vai de encontro com outras falas do artista desde o começo da pandemia de covid-19.

“Há gente relacionada ao tema tanto no México quanto nos outros países do mundo. É importante que se questione o que está ocorrendo”, disse sobre a disparada de casos em seu país que já teve mais de 248 mim mortes e quase 4 milhões de casos.

E ele continuou as dúvidas: “Há hospitais que estão recebendo grande quantidade de dinheiro para dizer que pessoas tem Covid. Se questionem, peçam uma prova, veja todas as possibilidades antes de tomar uma decisão. Porque há uma máfia por trás disso”, disparou também sobre a imunização contra a doença.

O nome do cantor foi parar nos assuntos mais comentados das redes sociais e ele foi duramente criticado pelos fãs do grupo. “Não liga, não prefeitura. A campanha de vocês está maravilhosa e o que importa é que os fãs do RBD são conscientes", disse uma. “Pode usar o RBD nas campanhas de vacinação porque quem carrega o RBD nas costas há anos somos nós (fãs)", escreveu uma seguidora.

Outros foram mais diretos sobre a participação dele no grupo. “Ele é irrelevante na banda. Tanto que quase não cantava porque quando abre a boca, só sai bosta”, afirmou. Anfonso Herrera, que hoje não faz parte do grupo, mas viveu o protagonista da novela, escreveu “vacina sim” em sua conta nas redes socias.

Na novela “Rebelde” produzida pela Televisa, ele viveu o milionário problemático Diego Bustamante. O grupo era parte do projeto da novela. Christopher, Anahi, Cristian Chávez e Maite Perroni se reuniram no fim de 2020 para um concerto virtual e planejam uma turnê presencial pelo mundo com a presença também de Dulce Maria.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos