Chitãozinho e Xororó: Qual o segredo para 50 anos de sucesso?

·6 min de leitura
Chitãozinho e Xororó em coletiva de imprensa da turnê dos 50 anos. Foto: Clayton Felizardo/Brazil News
Chitãozinho e Xororó em coletiva de imprensa da turnê dos 50 anos. Foto: Clayton Felizardo/Brazil News

Resumo da notícia:

  • De série a show em NY: Chitãozinho e Xororó promovem "viagem" por 50 anos de história

  • Em coletiva de imprensa, dupla contou novidades sobre as celebrações de cinco décadas de carreira

  • Turnê "50 anos - Por Todos Os Tempos" se inicia neste sábado (16), em Campinas

Chitãozinho e Xororó iniciam oficialmente as comemorações de 50 anos de carreira com uma celebração ao nível da grandiosidade da dupla sertaneja. Isso porque as festividades incluem minissérie, musical, documentário, gibi e a primeira apresentação de uma dupla sertaneja no palco do renomado Radio City Music Hall, de Nova York.

Em coletiva de imprensa, a dupla abriu alguns detalhes sobre o que esperar da turnê "50 anos - Por Todos Os Tempos", que promete uma imersão nas cinco décadas de uma trajetória marcada por muitos sucessos, além de tudo o que será lançado para as comemorações.

SHOW REPLETO DE HISTÓRIA

Com uma abertura que lembrará a mudança da dupla do Paraná para São Paulo, o show contará com um repertório de imersão completa na trajetória de cinco décadas de sucessos. Do clássico “Galopeira” até “Pássaros”, que é o lançamento mais recente dos irmãos. "Quem for assistir ao show, vai viajar na nossa história, no nosso repertório e nas músicas mais importantes”, declarou Chitãozinho sobre a turnê que se inicia neste sábado (16), em Campinas, cidade dos irmãos há 40 anos.

Xororó ainda ressaltou que a apresentação contará com a sonoridade de cada época da carreira da dupla. "Vem mostrando a evolução da música e dos arranjos. Começa mais simples, com uma parte que a gente fazia com toda a influência da música mexicana, paraguaia, e tem uma 'mistureba' muito legal”, explicou.

Em comparação com a celebração dos 30 anos de estrada, Chitãozinho pontuou a oportunidade de resgatar algumas músicas. "Canções que a gente sempre gostou e foram muito bem gravadas naquela época [dos 30 anos], a gente não tinha tido a oportunidade de trazer para o palco. Eu acho que o fã, quem acompanha a nossa carreira vai assistir ao show, se lembrar de muitos momentos e matar a saudade", afirmou ao deixar claro o prazer de preparar turnê. "A cada momento do show é bastante emocionante porque a gente lembra cada momento que tivemos nesses 50 anos de carreira”, completou.

Chitãozinho em coletiva com Xororó sobre as celebrações dos 50 anos de carreira. Foto: Leo Franco/AgNews
Chitãozinho em coletiva com Xororó sobre as celebrações dos 50 anos de carreira. Foto: Leo Franco/AgNews

MINISSÉRIE NO GLOBOPLAY

Como já anunciado, a história de Chitãozinho e Xororó finalmente ganhará as telas por uma série de ficção, produzida pela O2 filmes, em breve. Estrelada por Rodrigo e Felipe Simas no papel dos irmãos e Andreia Horta como mãe da dupla, a produção dirigida por Hugo Prata vai buscar mesclar fatos com elementos imaginários. “A gente só fez as entrevistas, reuniões com a Andreia, com o Hugo Prata. Ele já tinha feito um levantamento da história. Quando um produtor, diretor, vem falar com um artista, o objetivo dele já está no pensamento", disse Chitãozinho.

Procurados por diretores e produtores por muitos anos, os irmãos revelaram nunca terem sentido liberdade para contar uma história tão íntima como agora com "As Aventuras de José e Durval". "Com o tempo passando, as coisas foram se firmando mais na nossa trajetória e ficou até difícil falar não, porque estava todo muito cobrando há muitos anos”, declarou Chitãozinho ao ser questionado sobre a decisão de abrir sua vida para o mundo. “Quando surgiu a ideia, de fazer uma série no lugar de um longa, a gente amou. Porque hoje é todo mundo viciado em série lá em casa”, completou.

Ainda sem muitos detalhes, a série deve chegar ao público ainda esse ano. "A gente confia muito na equipe. Não assistimos nada ainda, só lemos algumas coisas do roteiro e vimos uma cena. Vai ser surpresa para a gente também, mas temos certeza de que a nossa história será contada com muita sensibilidade", concluiu Chitãozinho.

PALCO DE NOVA YORK

A primeira dupla sertaneja a se apresentar no Radio City Music Hall confessou nem imaginar que poderia viver algo tão grandioso. "Vai ser a realização de um sonho que nós nem tínhamos sonhado. A gente sabe que alguns artistas brasileiros já fizera turnê lá, como o Roberto Carlos. Para nós, é uma grande honra subir num palco tão importante como esse”, afirmou Chitãozinho sobre o show marcado para 3 de setembro deste ano.

“Para a gente, começar em um circo de periferia, na nossa infância, e cantar na Broadway é uma coisa que não poderíamos jamais sonhar”, completou Xororó.

Sobre possíveis convidados internacionais, os cantores garantem que há muito empenho para conseguirem participações. "A gente está fazendo contato com o nosso empresário, que está embarcando para Nashville, porque nós gravamos com alguns artistas de lá. A gente espera que ele retorne de Nashville com os convidados firmados", contou Xororó.

“Devido a pandemia, está todo mundo retomando no mundo inteiro. A gente tem esperança, mas super entendemos se não tiver. Mas de qualquer forma a gente vai dá um jeitinho de ter alguns internacionais aí. Nem que seja a gente indo até eles”, completou o artista ao demonstrar a vontade de fazer a turnê internacional acontecer.

CONTO DE FADAS EM GIBI

Além das telas e dos palcos, Chitãozinho e Xororó serão reproduzidos nas histórias em quadrinhos de uma forma lúdica e sensível. “A ideia surgiu para a gente transformar numa história que não só contasse a vida deles, mas que transformasse essa vida em um conto de fadas. Eles não crescem nunca, porque eles são crianças. Se eles crescessem, eu teria que contar a história mesmo deles", explicou Ridauti Jr, quadrinista do projeto e autor do "Senninha", presente na coletiva.

"A ideia é que eles vivam aventuras no Vale da Música. É sobre a música, que segue a vida deles, e todos os personagens que eles vão encontrando são pessoas que passaram pela vida artística em forma de pessoas mágicas, elfos, fadas, que ajudam no repertório”, completou.

Xororó em coletiva com Chitãozinho sobre as celebrações dos 50 anos de carreira. Foto: Clayton Felizardo/Brazil News
Xororó em coletiva com Chitãozinho sobre as celebrações dos 50 anos de carreira. Foto: Clayton Felizardo/Brazil News

DOCUMENTÁRIO

A ideia do documentário é mais uma novidade do conjunto de produções para a celebração. O projeto será lançado pelo Globoplay após a minissérie com a intenção de mostrar a vida de Chitãozinho e Xororó além da música em uma versão mais intimista.

MUSICAL

E tem mais! As celebrações se estendem até 2023, quando será encerrado com chave de ouro o ciclo dos 50 anos da dupla com um musical para contar a história dos artistas de forma teatral. Ainda não há informações sobre o elenco.

SEM PERDER AS ORIGENS

E o segredo de 50 anos de sucesso? O que Chitãozinho e Xororó ressaltam é a preservação do espírito dos "Irmãos Lima", quando ainda eram José Lima e Durval. "A gente nunca perdeu a nossa origem, a nossa identidade. Isso está no nosso DNA desde o começo da carreira”, afirmou Chitãozinho.

“Um arroz e feijão, bifinho a cavalo. O 'jeito caipira' a gente não perde. Está sempre com a gente", completou Xororó ao dizer que apenas um detalhe mudou em sua vida. “Hoje eu não mato mais passarinho com estilingue”, brincou aos risos.

Questionado sobre um palavra que resuma tanto tempo de história, a dupla chegou a um consenso sem titubear. “A palavra que vem na minha cabeça é gratidão. Á Deus e ao público pela fidelidade nesses 50 anos”, afirmou Chitãozinho ao ser apoiado por Xororó sem pensar em outra resposta.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos