Chico Buarque e Casagrande assinam pedido coletivo de impeachment de Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro é acusado de crimes de responsabilidade (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Será entregue nesta terça-feira, 14, um novo pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O documento é assinado por personalidades como o cantor Chico Buarque, o ex-jogador Walter Casagrande e o padre Júlio Lancellotti.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

O documento tem 133 páginas e deve chegar diretamente às mãos do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O pedido de impeachment alega que Bolsonaro cometeu crimes de responsabilidade e cita ataques à imprensa e falhas durante a pandemia do novo coronavírus.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Ainda são criticadas as relações trabalhistas estabelecidas pelo governo Bolsonaro, políticas ligadas ao meio ambiente e aos povos indígenas.

Leia também

Entre as instituições signatária do documento estão a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a União Nacional dos Estudantes (UNE), o Movimento Negro Unificado (MNU), a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil e outras.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.