Chanel usa tom lúdico em desfile de alta costura em Paris

Desfile da coleção primavera/verão da Chanel em Paris

Por Mimosa Spencer

PARIS (Reuters) - A diretora criativa da Chanel, Virginie Viard, optou por uma direção animada para o desfile de primavera de alta costura da casa de moda francesa, escalando junto com modelos animais estilizados e pesados feitos de papelão e madeira.

Eles surgiram, um de cada vez, circulando as estátuas imponentes como mestres de cerimônias, ao lado de minissaias de líderes de torcida, macacões florais e casacos tweed cintilantes.

O look de abertura deu o tom --um casaco marfim de abotoamento duplo, com a franja emplumada de uma minissaia aparecendo abaixo.

Viard reduziu o supérfluo frequentemente associado à alta costura, oferecendo principalmente silhuetas elegantes, com babados reduzidos a quando se trata de saias mais cheias, ou restringindo a paleta de cores em looks embelezados.

Uma estrutura em forma de elefante apareceu no final, e de lá saiu a noiva, em um vestido arejado de tule marfim que caia abaixo do joelho, combinado com botas douradas.

Durante sua reverência, Viard apresentou o artista Xavier Veilhan, que desenhou o cenário, enquanto o público aplaudia.

Os desfiles de alta costura de Paris, que incluem alguns dos nomes mais prestigiados da moda, como Georgio Armani Prive, Jean Paul Gaultier e Christian Dior, acontecem até quinta-feira.