Chão da área VIP desaba durante show de Travis Scott no Primavera Sound em SP

***ARQUIVO*** SÃO PAULO - SP - BRASIL - 05.11.2022 - O rapper brasileiro L7nnon se apresenta no palco Primavera, durante o festival Primavera Sound, realizado no Anhembi, em São Paulo, neste domingo. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)
***ARQUIVO*** SÃO PAULO - SP - BRASIL - 05.11.2022 - O rapper brasileiro L7nnon se apresenta no palco Primavera, durante o festival Primavera Sound, realizado no Anhembi, em São Paulo, neste domingo. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um pedaço do chão da área VIP quebrou e cedeu durante o show de Travis Scott no Primavera Sound, na noite deste domingo (6), no Distrito Anhembi, em São Paulo. Segundo a organização, ninguém ficou ferido.

O caso aconteceu na estrutura montada perto do palco Becks, o principal do festival, com capacidade para 45 mil pessoas, que fica num estacionamento no Distrito Anhembi. O espaço foi isolado, e a área VIP continua funcionando.

Duas mulheres que estavam presentes no momento em que o chão desabou disseram que o acidente aconteceu durante uma catarse provocada pelo show de Scott.

"Estava todo mundo pulando e, no fim do show, uma parte do piso desabou. Nos afastamos e, depois, quando estávamos em outro lugar, sentimos o piso ficar sensível de novo. Os seguranças pediram para nos afastarmos e saímos. Interditaram e ninguém se machucou", diz uma delas.

"Uma pequena área de 1,5 metro por 1,5 metro na área VIP foi danificada e imediatamente isolada, sem nenhuma ocorrência. Área VIP e o festival seguem acontecendo normalmente", informa a organização do Primavera Sound em nota.

O show de Travis Scott é um dos principais deste domingo, junto com o de Phoebe Bridgers, Lorde e Charli XCX. O rapper fez uma das apresentações mais animadas do evento, com a plateia pulando, fazendo rodinhas de bate cabeça e acendendo sinalizadores.

Durante seu show, Scott pediu que o público, eufórico, desse "dois passos para trás", para evitar tumultos, e os seguranças chegaram a jogar água na plateia e resgatar fãs que passavam mal. A preocupação redobrada tem a ver com a morte de dez pessoas pisoteadas durante um show do rapper em Houston, nos Estados Unidos, em dezembro do ano passado.