CEO da WarnerMedia está negociando saída após fusão com a Discovery

·1 minuto de leitura

De acordo com informações do The New York Times, Jason Kilar, atual CEO da WarnerMedia, contratou uma equipe legal para negociar sua saída da empresa após o anúncio de que sua dona, a AT&T, fechou um acordo com a Discovery para unir as divisões de mídia. 

 A publicação diz que Kilar, que assumiu a posição em maio de 2020, não estava ciente das negociações entre a AT&T e Discovery. O anúncio dessa segunda-feira (17) colocou David Zaslav, CEO da Discovery, como presidente da nova empresa que surgirá da fusão e operará separada da gigante telefôni que era dona da Warner. 

Leia também:

Quando o anúncio da fusão foi divulgado, muitos apontaram rapidamente que o nome de Kilar não estava presente em nenhuma posição. 

A expectativa é que o acordo seja fechado em 2022, gerando uma empresa que deve ter US$ 52 bilhões de renda em 2023. A WarnerMedia e Discovery também esperam investir US$ 20 bilhões em conteúdo original no próximo ano.