Celulares podem prejudicar a saúde mental de crianças a partir dos dois anos

Crianças podem ter saúde mental prejudicada por eletrônicos – Reprodução/Pixabay PublicDomainPictures

Se nos adultos os eletrônicos já causam sérios danos à saúde mental, um estudo acaba de descobrir que com as crianças isso pode ser ainda pior. Passar muito tempo em smartphones e tablets pode prejudicar o bem estar psicológico nos pequenos a partir de dois anos.

Leia mais: França proíbe crianças de usarem smartphones e tablets nas escolas

Apenas uma hora em frente a esses aparelhos pode diminuir a curiosidade, o autocontrole e cause baixa estabilidade emocional em crianças e adolescentes. Isso pode acabar gerando um alto risco de ansiedade e depressão segundo o estudo americano publicado no Preventive Medicine Reports.

Segundo os pesquisadores, jovens com idades entre 14 e 17 anos são mais suscetíveis a esses efeitos, no entanto crianças e bebês também podem ser afetados, pois seus cérebros ainda estão em desenvolvimento.

Descobriu-se que crianças no jardim de infância que são expostas aos eletrônicos são duas vezes mais propensas a perderem o controle de seu temperamento. Além disso, 9% das crianças entre 11 e 13 anos que passam uma hora por dia em frente às telas não demonstram curiosidade em aprender coisas novas.

Esse número aumentou para 22.6% entre os que usam os smartphones por mais de sete horas por dia. “Metade dos problemas de saúde mental se desenvolvem na adolescência. Por isso há uma forte necessidade de identificar fatores ligados a questões de saúde mental passíveis de intervenção nessa população, pois a maioria dos antecedentes é difícil ou impossível de influenciar”, disse os autores.

Leia mais: Adolescentes viciados em celular são menos felizes e mais propensos ao suicídio, diz estudo

À frente da equipe, os professores Jean Twenge e Keith Campbell pedem que os pais e professores ajudem a reduzir o tempo que os pequenos passam nesses aparelhos, seja nas redes sociais, jogando games ou assistindo TV, para combater esses problemas.