Cate Blanchett se fantasiou e imitou professora em aulas da filha na pandemia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
UNSPECIFIED: In this screengrab released on April 22, Cate Blanchett speaks during the 2021 Film Independent Spirit Awards broadcast on April 22, 2021. (Photo by Rich Fury/Getty Images for Film Independent)
Cate Blanchett (mulher loira e branca, com cabelo na altura do ombro; veste blazer preto) sorri em entrevista realizada por videoconferência em abril de 2021 (Foto de Rich Fury/Getty Images for Film Independent)

Resumo da notícia:

  • Cate Blanchett se fantasiou e imitou professora durante aulas da filha no lockdown

  • "Não foi uma iniciativa minha. Foi uma exigência dela", disse a atriz

  • Estrela de Hollywood disse que passou a respeitar ainda mais os professores após a pandemia

Cate Blanchett precisou recorrer ao bom humor e as suas qualidades como atriz durante o lockdown provocado pelo novo coronavírus. Durante as aulas da filha Edith, de 6 anos, por exemplo, ela precisou se fantasiar e imitar uma professora da criança.

"Ela não me deixava de jeito nenhum ensinar matemática ou gramática a menos que eu me vestisse e fizesse a voz da professora dela”, contou Blanchett, aos risos, durante entrevista à BBC.

“E eu tive toda uma coleção de animais de pelúcia que também assistiram às minhas aulas. E não foi uma iniciativa minha. Foi uma exigência dela”, completou a atriz australiana de 52 anos.

Além de Edith, Cate Blanchett e Andrew Upton, seu marido desde 1997, têm mais três filhos: Ignatius (13 anos), Roman (17 anos) e o primogênito Dashiell (20 anos).

Fascinada com a história, a repórter da BBC chegou a pedir uma imitação da professora. Gentilmente, Blanchett negou. “Fiquei tão traumatizada que acabei aposentando a Sra. Venables Kyrke. Ela era a professora dela na época. Uma santa”, brincou em resposta.

Vencedora de dois Oscar - melhor atriz coadjuvante por seu trabalho em ‘O Aviador’ (2004) e melhor atriz por sua atuação em ‘Blue Jasmine’ (2013) -, Cate Blanchett disse que passou a valorizar ainda mais o trabalho dos professores por causa da pandemia.

"Algo que realmente ficou claro para mim como professores são incríveis. Eles vivem nessa situação dramática em que precisam ficar em pé na frente de uma classe com 30 alunos desinteressados e tentar fazer com que eles se envolvam com a história medieval”, finalizou.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos