Casos de coronavírus no Brasil em 15 de maio

Passageiros usam máscara no metrô de São Paulo (Fabio Vieira/FotoRua/NurPhoto via Getty Images)

O Ministério da Saúde atualizou para 14.817 o número de mortes em decorrência do novo coronavírus no Brasil nesta sexta (15). Ao todo, também foram confirmados 218.223 casos da Covid-19 no país. Até quinta (14) eram 13.993 mortes e 202.918 casos.

Principais notícias sobre coronavírus no Brasil

Nelson Teich deixa Ministério da Saúde com menos de um mês no cargo

O ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu exoneração nesta manhã de sexta-feira (15). A saída foi anunciada em nota pela pasta e mais detalhes serão dados em coletiva de imprensa, marcada para a tarde de sexta. A saída é a segunda mudança na pasta em meio à crise vivida por conta da pandemia do novo coronavírus. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Queda de Teich era esperada por entidades, que temem piora no cenário nacional

Para o presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, Antônio Carlos Lopes, mais do que a demissão do ministro Nelson Teich o problema é a escolha de seu sucessor no Ministério da Saúde. "Ele já entrou caído", diz. Lopes. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Lista de prioridades no governo na Câmara não inclui pandemia

O governo Jair Bolsonaro entregou a líderes da Câmara dos Deputados, nesta semana, uma lista de dez projetos prioritários para os próximos meses. Nenhum deles trata da crise do novo coronavírus. A alteração no Código de Trânsito Brasileiro e a flexibilização do registro de armas no Brasil estão nas prioridades, por outro lado. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Principais notícias sobre coronavírus no mundo

Na luta contra COVID-19, países se enfrentam em busca por vacina

A luta contra o novo coronavírus provoca tensões e polêmica, com novos ataques de Washington a Pequim e críticas à farmacêutica Sanofi por sugerir que os Estados Unidos serão o primeiro país a se beneficiar de uma hipotética vacina contra a doença. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Espanha mantém Madri e Barcelona sob estrito confinamento

A Espanha retirou nesta sexta-feira (15) as cidades de Madri e Barcelona do relaxamento das medidas de confinamento que estavam em vigor para 70% da população desde a última segunda-feira, com terraços abertos e a possibilidade de encontros e reuniões para até 10 pessoas. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Santiago, no Chile, inicia quarentena total em meio a panorama sombrio

Santiago entrará nesta sexta-feira em quarentena total, supreendida pela velocidade que alcançou esta semana a epidemia do novo coronavírus, que superou as projeções oficiais, provocou um salto de 60% no número de novos infectados e fez dobrar a quantidade de mortos em 48 horas. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.