Caso Klara Castanho: saiba por que conselho de enfermagem arquivou processo envolvendo a atriz

Conselho de enfermagem arquivou investigação do caso Klara Castanho - Reprodução, Instagram
Conselho de enfermagem arquivou investigação do caso Klara Castanho - Reprodução, Instagram

Klara Castanho revelou que foi ameaçada por enfermeira logo após o parto. O Coren-SP encerrou as investigações sem apontar culpados pelo vazamento de dados da atriz. Confira!

O Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP) arquivou o processo de investigação do caso Klara Castanho. Em junho de 2022, a atriz denunciou que um profissional de um hospital vazou à imprensa que ela entregou filho para adoção após ter sido estuprada.

"O conselho seguiu todos os ritos processuais, solicitou documentos à instituição hospitalar e convocou os profissionais do plantão à época do fato denunciado, porém não constatou a participação de nenhum profissional de enfermagem em relação ao vazamento de quaisquer informações sigilosas de pacientes, o que levou ao arquivamento do processo. Até o momento, o Coren-SP também não recebeu denúncia por parte da atriz quanto ao tema", afirmou em nota.

O caso está sendo investigado sob sigilo pela Delegacia da Defesa da Mulher (DDM) e foi encaminhado na quinta-feira (5), ao poder Judiciário para prosseguimento das diligências.

Entenda o caso

...

Veja mais


Veja também

Lara Nesteruk faz lista com sinais de que estava sendo traída por Neto Dourado
Mel Maia aposta que personagem arrogante de 'Vai na Fé' vai 'cair na boca do povo'. Saiba por quê!
Jenna Ortega além de 'Wandinha': 5 fatos curiosos sobre a atriz no terror 'X: A Marca da Morte'