Casamento de Mariana Goldfarb e Cauã Reymond teve 40 convidados e convites por WhatsApp

Mariana Goldfarb e Cauã Reymond. Foto: reprodução/Instagram/cauareymond

Acostumados aos holofotes, Mariana Goldfarb e Cauã Reymond conseguiram manter a privacidade ao oficializarem a união: os dois se casaram no mês passado, em uma cerimônia intimista, para apenas 40 pessoas, em Ibitipoca, interior de Minas Gerais. Segundo a modelo e apresentadora, a intenção era não transformar o momento de celebração em um grande evento.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

“Todo mundo era padrinho e madrinha. Foi do nosso jeito, no meio da natureza e sem a necessidade de agradar a terceiros. Os convites foram enviados por WhatsApp, meu buquê foi feito com flores locais e não fiquei me preocupando com a decoração”, contou ela, em entrevista ao caderno “Ela”, do jornal “O Globo”.

Leia também:

A noiva usou um vestido assinado pela estilista Helô Rocha, do Atelier Le Lis, mas nada nos pés. “Estava descalça na hora do ‘sim!’. Só queríamos celebrar nosso amor. Não transformamos o momento num evento. Assim como não mudei meu nome, continuo Mariana Esteves Goldfarb. Não senti essa necessidade. Cada um com seu sobrenome, com sua história e árvore genealógica. A partir de agora, vamos plantar uma nova árvore”, disse.

Mariana Goldfarb mostra foto do casamento no caderno "Ela", do jornal "O Globo". Foto: reprodução/Instagram/elaoglobo

Na entrevista, Mariana, de 29 anos, fala sobre sua relação com a própria imagem e a luta contra a anorexia. No início do namoro com o ator Cauã, há três anos, diz que enfrentou meses de jejuns, procedimentos estéticos e muita terapia para lidar com o distúrbio.

Recentemente, ela fez um desabafo em seu Instagram, ao postar uma foto antiga sua e comentar sobre o sofrimento causado por irreais padrões de beleza.

“Me falavam que eu tava bonita como nunca, me falavam que queriam ter o mesmo corpo que o meu, pediam os meus treinos e as minhas dietas, queriam ser minhas amigas porque estava nas capas de revista tentando convencer a todo mundo mas principalmente a mim que estava tudo bem. Agora eu te pergunto: quando você olha pra essa foto, acha mesmo que tá tudo bem? Que eu tô feliz? Quer mesmo a minha dieta ? Quer mesmo ser amiga? Quer ficar assim? Pra quê? Pra quem? A ditadura da magreza traz tanto sofrimento, mas você não está sozinha”, escreveu.