Casamento às Cegas: 10 vezes que os homens deram show de machismo no reality da Netflix

·6 min de leitura
Separamos dez momentos do 'Casamento às Cegas Brasil'  mostrou o machismo (Foto: Reprodução)
Separamos dez momentos do 'Casamento às Cegas Brasil' mostrou o machismo (Foto: Reprodução)

Por: Gabriel Perline

Resumo da notícia

  • Os últimos episódios de Casamento às cegas foi liberada

  • Homens participantes fizeram a web questionar comportamento e falas machistas

  • Veja dez momentos que isso aconteceu

Acostumada a criar fenômenos de audiência e crítica, a Netflix conquistou de vez seus assinantes ao lançar a versão brasileira de 'Casamento às Cegas', um reality show de formato surreal e que não sai da boca dos palpiteiros da web por conta da peculiaridade de seus personagens, sobretudo dos homens, que promovem um verdadeiro show com seus comportamentos machistas, envergonhando toda a “espécie masculina”. 

Nesta quarta-feira (20), a gigante do streaming coloca em seu catálogo os dois episódios finais, e o público não vê a hora de acompanhar os desfechos do programa.

Leia também:

O formato por si só é uma bizarrice maravilhosa: homens e mulheres tentam encontrar suas respectivas almas gêmeas sem poder ter nenhum contato físico e visual até o momento do noivado. Eles passam dias se comunicando por meio de cabines, são proibidos de se descreverem fisicamente, e o único registro que têm são as vozes um do outro. 

Após diversas rodadas de conversas, as afinidades são construídas e quando eles têm certeza de que estão perdidamente apaixonados, eles só são autorizados a se verem e se tocarem no noivado. Ou seja, alguém tem que pedir o pretendente em casamento!

Na versão brasileira, 16 homens e 16 mulheres se revezaram pelas cabines com o objetivo de conhecerem seus pares ideais. E até mesmo neste momento da conquista, onde a maior parte dos homens consegue ludibriar seus alvos e mostrar uma versão melhorada de si mesmos, eles derraparam com seus discursos e deram pistas dos “monstros” que viriam a se revelar.

Separamos dez momentos do 'Casamento às Cegas Brasil' que mostra como os homens do reality show passaram vergonha e causaram dor e constrangimento às mulheres que elegeram para se casarem no programa:

  • O paraquedista Thiago Rocha começou a temporada como promessa de crush da audiência ao vender a imagem de um homem bem-sucedido e desconstruído. Mas bastou passar a viver sob o mesmo teto que Fernanda Terra para deixar sua máscara cair. Foi uma metralhadora de pérolas machistas, mais mortífera que qualquer filme de Tarantino. Primeiro ele encrencou com o fato da esteticista ser fumante, e as pequenas reclamações tomaram proporções enormes, a ponto dele fazer um terror psicológico na moça, colocando em xeque o futuro da relação caso ela não parasse de vez com o consumo de tabaco.

  • Rocha também se mostrou incomodado com o fato de Nanda tomar drinks. Ele, que diz evitar álcool por motivos religiosos, chegou a ficar levemente bêbado em um dos episódios e maltratou a noiva. Ele já havia dito que ficou com um grande número de mulheres, e contou algumas de suas experiências com orgulho nos olhos. Mas ao saber que sua parceira não ficou a vida inteira parada esperando o príncipe encantado e decidiu curtir a vida de solteira, ele se incomodou e disse que sonhava casar com uma mulher calminha, e que não tivesse um passado agitado

  • A lista de pérolas do paraquedista nos oito episódios iniciais é grande. Ele chegou a dizer para outro participante: “Controla tua mulher aí”. Em conversa com Nanda, expôs sua opinião de que as mulheres são o sexo frágil, e ainda tentou convencê-la a concordar com ele.

  • Outro comportamento execrável de Thiago foi desmerecer a profissão da noiva. Nanda é esteticista, tem um estúdio em São Paulo, e o levou para conhecer o local. Para demonstrar uma de suas habilidades, decidiu aparar a sobrancelha de seu amado, e ele questiona: “Você cobra por isso?”. Ainda no local, eles receberam outros casais para confraternizar e ela falou que pretendia trabalhar no mesmo ramo quando se mudasse para a Nova Zelândia com o paraquedista. Ele logo a desencorajou e colocou em dúvida se ela teria sucesso no país com sua profissão. Péssimo!

Cena do primeiro encontro do casal (Foto: Reprodução)
Cena do primeiro encontro do casal (Foto: Reprodução)

O consultor financeiro Rodrigo Vaisemberg hoje divide com Thiago Rocha o posto de homem mais detestado pelos fãs do reality. Ele prometeu um conto de fadas à bancária Dayanne Feitoza, mas entregou um roteiro de filme de tortura psicológica de quinta categoria. Obcecado por organização, ele constrangeu a noiva diversas vezes ao impor suas manias. Ela, uma bagunceira compulsiva, tentou se adaptar à nova realidade, mas o pesadelo estava apenas começando.

Rodrigo Vaisemberg e Dayanne Feitoza (Foto: Reprodução/ Instagram @rodrigo.vai)
Rodrigo Vaisemberg e Dayanne Feitoza (Foto: Reprodução/ Instagram @rodrigo.vai)
  • Como os casais se encontraram em diversos momentos antes do grande dia da cerimônia de casamento, eles foram construindo alguns laços. E Rodrigo achou que seria bacana compartilhar uma intimidade de Day para a machadara. Ela tomou conhecimento da fofoca e ficou arrasada, a ponto de passar um episódio inteiro chorando e demonstrando decepção por ter escolhido o consultor como noivo.

  • Rodrigo foi esculachado pelo próprio pai em um dos episódios, e alertado de que Dayanne era “muita areia para o caminhãozinho” dele. Mas por viver em uma realidade paralela e acreditar que todas as críticas são uma piada, ele ignorou o puxão de orelha e continuou tratando as questões de sua noiva como problemas pequenos. Em nenhum momento ele demonstrou arrependimento por ter exposto sua parceira e tampouco tentou fazer algo para corrigir a besteira.

  • As falas de Rodrigo foram recheadas de prepotência. Em uma conversa com amigos, disse: “Estou meio preocupado porque acho que ela vai querer ficar grudada, tipo gancho. E eu tenho que fazer as minhas coisas!”. O alecrim dourado supôs que Day largaria seu emprego e sua própria vida para ficar pendurada em seu pescoço 24 horas. E ainda disse isso pelas costas dela e diante das câmeras. Uma atitude vergonhosa.

Shay e Ana Prado se vendo pela primeira vez (Foto: Reprodução)
Shay e Ana Prado se vendo pela primeira vez (Foto: Reprodução)
  • No primeiro pacote de episódios, Shayan Haghbin conquistou a audiência com seu sotaque e jeito divertido. Mas bastou o reality explorar a convivência dos casais que ele mostrou um pouco do machismo que ainda carrega por conta de sua cultura. Ele fica noivo da modelo Ana Prado, e logo diz que a mulher tem que ser como uma mãe para o marido. Ela arregala os olhos e rapidamente o repreende, dizendo que jamais ocupará esse papel na relação.

  • Outro ponto sensível no comportamento do iraniano foi a divisão de tarefas domésticas. Por diversas vezes a modelo o alertou de que estava sobrecarregada e que ele deveria ajudar mais, mas ele desconversava e dizia que o assunto era chato demais. Mas o ponto de decepção de Ana foi ver que seu companheiro pouco se esforçou para criar um laço afetivo com sua filha, de apenas três anos de idade, e que participa de um dos episódios. Quando a menina chega no apartamento para curtir um dia ao lado da mãe, Shay passa horas no celular resolvendo “problemas de trabalho” e ignora sua futura enteada, deixando sua parceira decepcionada e frustrada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos