Casal de herois gays se unirá aos Guardiões da Galáxia em história em quadrinhos

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A nova HQ dos Guardiões da Galáxia não trará apenas trajes repaginados aos personagens, mas também novos companheiros para Peter Quill, o Senhor das Estrelas, Gamora, Rocket, Groot e Drax. Os jovens Wiccano, filho da Feiticeira Escarlate, e Hulkling, filho do Capitão Marvel, farão parte da equipe na edição de número 175ª, a "Guardian of The Galxy #13", segundo site oficial da Marvel. "Os Guardiões da Galáxia, tanto o livro quanto a equipe, estarão acelerando em 2021, com vilões que a equipe nunca enfrentou, estrelas convidadas que você nunca pensou que veria e um novo companheiro de equipe que você não pode sequer imaginar -- todos se unindo para enfrentar uma crise que abalará todos os planetas do universo Marvel até a base rochosa ... talvez até mesmo um planeta atrasado como a Terra", promete Al Ewing, quadrinista que será responsável pela história ao lado do artista Juan Frigeri. Para quem não se lembra, os personagens Wiccano e Hulkling estiveram no centro de uma polêmica na Bienal do livro do Rio de Janeiro, em 2019. O então prefeito da capital carioca, Marcelo Crivella (Republicanos) mandou que todas as edições do livros "Vingadores - A Cruzada das Crianças", da Marvel Comics, que traziam um beijo do casal gay na capa, fossem retirados do evento literário, alegando que o conteúdo seria impróprio para menores de idade. A organização da Bienal se recusou a seguir a orientação de Crivella , dizendo dar "voz a todos os públicos, sem distinção, como uma democracia deve ser" e que não obedeceria a ordem de lacrar ou embalar a obra, porque entendia que ela não continha conteúdo "pornográfico ou impróprio". A repercussão fez com que todas as edições da revista se esgotassem no evento.