Casal decide qual sobrenome vão assumir depois de casados usando uma moeda

Este casal jogou o livro de regras pela janela. [Foto: Getty]

Um casal pode ter resolvido o debate sobre o sobrenome de uma vez por todas - depois de jogar uma moeda para o ar para decidir quem assumiria qual sobrenome.Tradicionalmente, as mulheres usam o sobrenome do marido quando casadas.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

No entanto, dado o movimento da sociedade ocidental em direção à igualdade de gênero nas últimas décadas, muitos casais estão rejeitando essa prática. Hoje em dia, mais e mais casais optam por duplicar seus sobrenomes, manter seus respectivos sobrenomes, misturar os dois sobrenomes ou mesmo o noivo assumir o sobrenome da noiva (embora este último continue sendo mais raro).

Leia também

A noiva Darcy Ward e o noivo Jeff Conley resolveram jogar o livro de regras pela janela e decidir o sobrenome de ambos na sorte. Durante a cerimônia de casamento em dezembro em Wakulla Springs, Flórida, o casal jogou uma moeda com seus respectivos sobrenomes de cada lado (Ward e Conley).

Eles agora estão se tornando o Sr. e a Sra. Ward, depois que a moeda caiu em favor do sobrenome da noiva. "Eu diria que eu que venci", disse Jeff ao Palm Beach Post. "Fui eu que recebi algo novo".

Enquanto isso, Darcy, que trabalha como parteira, disse que isso foi um "bom primeiro passo" para o casal. "Estar com alguém disposto a iniciar o casamento com criatividade e colaboração, e de uma forma justa, parece ser um bom primeiro passo para uma parceria", disse ela.

Mulher casada assumindo o sobrenome do marido

Historicamente, as mulheres adotam os sobrenomes do marido - uma prática que criou os termos "nome de solteira" e "nome de casada".

Até o final do século 19, isso era exigido por lei, o que significava que os direitos legais de uma mulher eram englobados por seus maridos.

No século XXI, essa prática essencialmente patriarcal se mostra problemática para muitos casais.

A maioria das mulheres ainda pretende usar o sobrenome do marido após o casamento (59%) e 61% dos homens querem que suas esposas o façam, de acordo com uma pesquisa da YouGov de 2016.

No entanto, houve uma diminuição drástica em pouco mais de duas décadas. Isso se torna claro ao se comparar com o 94% das mulheres que usavam o sobrenome do marido em 1994, com base em uma pesquisa do Eurobarometer.

Os casais ainda estão divididos nessa questão, com alguns optando por seguir a tradição, e outros achando a ideia de assumir o sobrenome do marido desagradável.

O que uma mulher faz ou não faz com seu sobrenome após o casamento pode ter implicações em como ela é vista pela sociedade.

Em um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Nevada, com base em estudantes de graduação do Reino Unido e dos EUA, os participantes foram convidados a comentar sobre uma situação hipotética em que uma mulher heterossexual mantinha seu sobrenome após o casamento e perguntou como eles viam o relacionamento de um casal com base nessa informação.

De acordo com os resultados, as mulheres que mantiveram seu sobrenome foram consideradas como "tendo um status mais alto, possuindo mais poder, sendo mais auto-focadas, ambiciosas e assertivas", enquanto os cônjuges masculinos dessas mulheres foram considerados "destituídos de poder" por aqueles que preferem manter os papéis tradicionais de gênero.

Seja lá o que você decidir, é uma decisão pessoal para cada casal.

Francesca Specter