1 / 10

Casal adota 88 crianças com deficiência e dá lição de boa vontade

Reprodução/Facebook Possible Dream Foundation

Casal adota 88 crianças com deficiência e dá lição de boa vontade

O mundo precisa de mais pessoas como Camille e Mike, americanos de Ellijay, na Geórgia. O casal se conheceu em 1973 no hospital em que trabalhavam: ele como médico e ela, enfermeira.

Ao se casarem em 1975, Camille revelou ao marido sua enorme vontade em ajudar pessoas com deficiência que foram abandonadas pelos pais. Eles adotaram o primeiro filho em 1986 e nunca mais pararam. Hoje, a família já adotou mais de 88 filhos que possuem diferentes necessidades especiais.

Entre elas, autismo, síndrome de Down e problemas congênitos e de má formação. “Quando Mike me pediu em casamento, eu disse a ele que queria fazer uma casa para crianças com deficiência e ele disse: ‘Eu quero seguir seu sonho‘”, disse Camille à CNN.

O casal teve três filhas biológicas e entre os adotivos, 32 já faleceram. Mesmo com as dificuldades enfrentadas ao longo dos anos, como a perda da casa por conta de um furacão, Camille e Mike nunca desistiram do sonho e mantiveram as adoções. Eles criaram um instituto que ajuda crianças com deficiências e suas famílias, proporcionando educação e treinamento profissional.

Hoje aos 68 anos, Camille segue tocando o local sem Mike, que faleceu em 2016 aos 73 anos vítima do câncer. De todos as crianças adotas, 20 ainda vivem com ela e as imagens compartilhadas na página da instituição mostram que elas não poderiam estar em melhores mãos.