Carol Narizinho reclama de machismo: "Me sinto um pedaço de carne a ser comprado"

Resumo da notícia:

  • Carol Narizinho afirmou que se incomoda com os comentários machistas que recebe no Instagram

  • "Me sinto um pedaço de carne a ser comprado", desabafoou

  • A ex-panicat explicou que não consegue postar fotos de seu corpo sem ser objetificada

Em suas redes sociais, Carol Narizinho sempre posta fotos de biquíni, de seus trabalhos publicitários e de momentos na academia ou fazendo exercícios em casa. A ex-panicat, entretanto, explicou que não se sente mais a vontade para mostrar seu corpo pelos comentários misóginos que recebe no Instagram.

"Às vezes, eu posto algo de biquíni ou uma publicidade que aparece um pouco mais do meu corpo e vem aquele monte de homem elogiando, falando besteira ou oferecendo dinheiro para sair comigo, para me comprar. Isso até hoje me incomoda. Eu me sinto como um pedaço de carne a ser comprado, a ser desejado", disse ela.

Leia também:

A ex-A Fazenda explicou que se incomoda com a visão mercantilizada de seu corpo que recebe nos comentários masculinos, e que sente que nada melhorou nos últimos anos.

"Me incomoda bastante essa visão masculina. Acho que a mulher tem de ser livre, mas ainda tem muito machismo nesse meio. A gente não pode andar de biquíni ou postar uma foto usando ele que está se vendendo, mas não é isso que estou fazendo".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos