Carol Narizinho lamenta sequelas do uso de anabolizantes: "Tenho problemas até hoje"

Redação Vida e Estilo
·1 minuto de leitura

Carol Sertório, mais conhecida como Carol Narizinho, relembrou sua passagem pelo ‘Pânico’ entre 2012 e 2013, e revelou que o tempo como panicat acabou com sua autoestima e fez com que ela se submetesse a casos de machismo e assédio emocional.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

“Sofri muito machismo no programa e nas matérias que eles pediam para a gente fazer. Sofri muito assédio nos bastidores da TV. Muitas pessoas com cargos maiores tentaram me comprar de alguma forma. Tentavam me convencer a fazer tal coisa, convidavam para vinho... Diretores davam algumas indiretas de coisas que poderia fazer para conseguir algo melhor, mas nunca me submeti a isso”, reclamou.

Leia também

Carol também explicou que a pressão pelo corpo perfeito era tão forte dentro do ambiente da televisão que decidiu tomar anabolizantes para mudar sua forma, decisão da qual se arrepende até hoje. “Eu até hoje carrego as sequelas. A voz modificou, tive queda de cabelo, excesso de suor e espinhas. Carrego até hoje".

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube