Carnaval: Gaviões e Mocidade são destaques no 2º dia de desfile em SP

Redação Vida e Estilo
·5 minuto de leitura
Na Gaviões, chamaram a atenção principalmente os carros que usaram bastantes componentes, idealizados pelo carnavalesco Paulo Barros. (Foto: Leo Franco / AgNews)
Na Gaviões, chamaram a atenção principalmente os carros que usaram bastantes componentes, idealizados pelo carnavalesco Paulo Barros. (Foto: Leo Franco / AgNews)

A Rosas de Ouro fechou o desfile das escolas de samba de São Paulo na manhã deste domingo e apresentou um enredo sobre a revolução industrial. Com desfiles assinados por dois carnavalescos que fizeram fama no Carnaval carioca, Gaviões da Fiel e Mocidade Alegre foram os principais destaques da noite.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Também desfilaram Pérola Negra, Colorado do Brás, Águia de Ouro e Unidos de Vila Maria nesta noite de sábado (22) e madrugada de domingo.

ROSAS DE OURO

Rosas de Ouro falou sobre inovações tecnológicas. (Foto: Leo Franco / AgNews)
Rosas de Ouro falou sobre inovações tecnológicas. (Foto: Leo Franco / AgNews)

Última escola a passar pelo Sambódromo do Anhembi, a Rosas empolgou com um dos melhores sambas dos dois dias de carnaval, que levantou a torcida, trazendo um final apoteótico ao Carnaval. A escola, que falou sobre inovações tecnológicas, também abusou da interatividade, com imagens nos carros que poderiam ser filmados por um aplicativo e interagia com o público no celular. Na frente da bateria, um robô também fez as vezes de destaque.

Leia também

MOCIDADE ALEGRE

A grande favorita ao título, contudo, é a Mocidade Alegre. Um ano depois de decepcionar com o oitavo lugar, a escola trouxe o carnavalesco Edson Pereira, campeão no Rio com a Mocidade Independente de Padre Miguel em 2017, que remodelou um enredo que estava guardado desde 2003 na escola. A Mocidade falou sobre o poder feminino e levantou arquibancada com o samba-enredo e alegorias luxuosas.

Ao final do desfile da Mocidade, a presidente Solange Cruz, bastante emocionada, chorou com outros integrantes da comunidade.- Esse enredo foi uma ideia da minha irmã, que faleceu em 2003 e a gente deixou na gaveta. A gente achou que agora era a hora de recuperar. A nova morada no enredo é o mundo, mas não deixa de ter duplo sentido porque a Mocidade é a Morada do Samba - disse a presidente.

Confira as fotos do 2º dia do desfile das escolas de SP

GAVIÕES DA FIEL

Completando 50 anos, a Gaviões apresentou um enredo sobre histórias de amor durante a história. Em seu primeiro desfile na capital paulista, Paulo Barros repetiu algumas de suas fórmulas vencedoras no Rio.

Chamaram a atenção principalmente os carros que usaram bastantes componentes. Na Comissão de Frente, um dos integrantes também chegava a pegar fogo por alguns momentos. Porém, uma das fantasias de “Romeu” se incendiou antes do momento previsto, possibilitando uma perda de pontos para a escola.

UNIDOS DE VILA MARIA

Temática da China foi a escolhida pela Unidos de Vila Maria.  (Foto: Leo Franco / AgNews)
Temática da China foi a escolhida pela Unidos de Vila Maria. (Foto: Leo Franco / AgNews)

Com a temática China, a Unidos de Vila Maria saiu em busca de seu título inédito. A escola da Zona Norte trouxe "dragões", porcelanas, a tradição dos chás chineses e uma ala sobre a "produção em larga escala".

A ex-BBB Jaqueline sambou na frente do segundo carro, sobre invenções da China como papel higiênico, bússola e fogos de artifício. No momento mais fofo da noite, 80 crianças cantaram vestidas de panda, a bordo do quarto carro da escola.

ÁGUIA DE OURO

Águia de Ouro trouxe para a avenida os lados bom e ruim do uso da sabedoria. (Foto: Leo Franco / AgNews)
Águia de Ouro trouxe para a avenida os lados bom e ruim do uso da sabedoria. (Foto: Leo Franco / AgNews)

A escola veio brincar com a trajetória do conhecimento humano. Desde o homem primitivo, abordado na primeira ala, até o exercício de imaginação do que será o futuro do ser humano, aliado com robôs projetados para fazer o bem, vindos no último carro.

Tati Minerato estreou como musa da Águia de Ouro, depois de 20 anos de Gaviões da Fiel. A escola trouxe para a avenida os lados bom e ruim do uso da sabedoria - desde a invenção da roda até tragédias como a bomba atômica.

PÉROLA NEGRA

A Pérola Negra abriu a segunda noite de desfiles homenageando o povo cigano. A emoção tomou conta da passarela do Sambódromo do Anhembi após um de seus barracões ter sido alagado, há duas semanas, nas fortes chuvas do dia 10.

O desfile foi um show de superação e raça, com componentes animados e bom canto. Alguns carros alegóricos, no entanto, ainda apresentavam falhas de acabamento visíveis em decorrência dos estragos. A pressa e euforia podem ter colaborado para o ritmo acelerado do agrupamento de alas, que em alguns momentos deixava “clarões” e espaços vazios entre os setores.

COLORADO DO BRÁS

Em seu segundo ano no Grupo Especial - após 25 anos de descenso - a Colorado do Brás veio em segundo na noite e com um samba-enredo sobre o rei português dom Sebastião, desaparecido em uma batalha no Marrocos e até hoje cultuado em Portugal.

Ex-BBB Munik Nunes foi destaque pela Colorado do Brás. (Foto: Leo Franco / AgNews)
Ex-BBB Munik Nunes foi destaque pela Colorado do Brás. (Foto: Leo Franco / AgNews)

A escola evoluiu tranquilamente, mas teve problemas no visual, considerado simples em alguns momentos e com combinações duvidosas de alegorias e fantasias. O destaque foi para Camila Prins, a primeira madrinha de bateria transexual do Grupo Especial de SP.

com informações da Agência O Globo

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.