Carlinhos Mendigo vira réu por LGBTfobia após 'comentário' no Instagram

·1 minuto de leitura
Carlinhos Silva ficou famoso com o personagem Mendigo (reprodução / instagram @carlinhoshumor)
Carlinhos Silva ficou famoso com o personagem Mendigo (reprodução / instagram @carlinhoshumor)

Resumo da Notícia:

  • O humorista fez falas contrárias a pessoas transsexuais 

  • Ele foi denunciado após a ação de um ativista LGBTQIA+

  • Se condenado, ele pode ser preso por até três anos mais o pagamento de multa

Carlos Mendigo agora é réu por LGBTfobia após o Tribunal de Justiça de São Paulo aceitar a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Estado. O humorista que ficou conhecido por seu trabalho no extinto ‘Pânico’, fez falas transfóbicas contra Thammy Miranda em 2020.

Após estrelar uma campanha de Dia dos Pais para uma marca de cosméticos, o vereador foi ofendido pelo humorista nas redes sociais. “Prefiro ser órfão do que ser adotado por uma mulher operada que se passa por homem para ter o privilégio de adotar uma criança. Prefiro ser também órfão do que ser criado por homem operado se passando também por mulher para querer ser mãe (risos)”, escreveu à época.

Leia também:

A representação foi feita pelo ativista Agripino Magalhães, que celebrou o avanço do processo nas redes sociais. “Seu preconceito, suas piadas, seu sarcasmo agora é crime e dará cadeia. Até 3 anos de prisão”, escreveu.

Há dois anos a LGBTfobia foi reconhecida como crime pelo Supremo Tribunal Federal. O colegiado a colocou na mesma ordem de delitos do racismo. Para tal houve uma alteração no art 121 do Código Penal. Carlinho será intimado por um oficial de justiça para se manifestar por escrito no processo. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos