Carlinhos Maia explica afastamento das redes sociais: 'Síndrome do pânico agravou'

Carlinhos Maia anunciou afastamento temporário das redes sociais (Foto: Globo/Ellen Soares)
Carlinhos Maia anunciou afastamento temporário das redes sociais (Foto: Globo/Ellen Soares)

Resumo da Notícia:

  • Carlinhos Maia vai se afastar das redes sociais para cuidar da saúde

  • Influenciador disse que sofre de Síndrome do Pânico

  • Problema se agravou após o assalto milionário no apartamento do artista

Carlinhos Maia decidiu se afastar das redes sociais devido a uma sequela do assalto milionário em seu apartamento em Maceió, em maio deste ano. Na época, os ladrões levaram diamantes e um relógio de luxo. O influenciador recuperou R$ 2,5 milhões em joias roubadas.

Carlinhos explicou a decisão aos seguidores. Segundo o humorista, ele sofre de Síndrome do Pânico e o problema se agravou após o furto. "A gente adoece, entristece, fica mal. Eu tenho síndrome do pânico há muitos anos. Não fico falando toda hora pra vocês isso. Desde o negócio lá do assalto, isso agravou, aumentou. Eu não estou tendo aquela paz", desabafou.

Carlinhos não revelou por quanto tempo deve ficar longe da web, mas garantiu que voltará em breve. "Agora vou tirar um tempo para mim porque não estou 100%. Vou tirar esses dias para ficar tranquilo, para me recuperar, para ficar 100% e aí a gente volta com tudo", afirmou o marido de Lucas Guimarães.

Durante recente entrevista ao "Faustão na Band", Carlinhos comentou sobre a pressão enfrentada na internet. "Mais difícil que conciliar tudo é você provar todos os dias para si mesmo que não é uma pessoa ruim. Porque, ao mesmo tempo que você busca tudo isso, lidar com a opinião popular, você acerta 200 vezes ao ano. Mas, quando dá uma ratada [um erro], aquilo se torna maior que esses 200 acertos. Então, para você lidar com isso é a parte que mais me machuca", falou.