Carla Vilhena critica empresários durante pandemia: "Estou do lado certo"

Foto: Reprodução/Instagram (@carlavilhena)

Carla Vilhena não concorda com o discurso de Roberto Justus e outros empresários que já se posicionaram contra o isolamento durante a pandemia do novo coronavírus. Nesta terça-feira (24), a jornalista usou o Twitter para comentar um vídeo de Junior Durski, dono da rede de restaurantes Madero.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Na publicação, o empresário diz que o Brasil não pode parar. “Tem que ter trabalho. As pessoas têm que produzir. As consequências que vamos ter economicamente no futuro serão muito maiores do que as pessoas que vão morrer com o coronavírus”, afirma em um trecho.

Leia também

Revoltada, Carla chamou atenção para um detalhe na roupa de Durski. Ele usava uma camisa da marca Hugo Boss na gravação. “Pelo menos a camisa combina com o discurso”, escreveu ela, compartilhando uma matéria de 2011 em que a marca de roupa lamentou o “passado nazista”.

Um internauta chamou Carla de “burra”. “Não é porque o cara tem uma opinião diferente da sua que ele é nazista, sua retardada”. A jornalista, então, aproveitou para responder o internauta dizendo que essa postagem faz com que ela saiba que está apoiando uma causa correta.

“Sabe uma coisa que eu admiro em pessoas assim? A coragem de expor o próprio mau-caratismo. Vocês que estão ao lado do (Roberto) Justus, do dono do Madero e de outros que pensam como eles, obrigada por me darem cada vez mais a certeza de estar do lado certo. Pronto, pode receber seu block”, publicou.