Cantora Lisa Marie Presley, filha de Elvis, morre aos 54 anos

A cantora e compositora Lisa Marie Presley, filha única de Elvis Presley, morreu nesta quinta-feira, aos 54 anos, após ser levada às pressas para um hospital da Califórnia com parada cardíaca, anunciou a imprensa americana, citando sua família.

"É com o coração pesado que devo compartilhar a notícia devastadora de que minha linda filha Lisa Marie nos deixou", confirmou a mãe da cantora, Priscilla Presley, em comunicado publicado pela revista "People".

A filha de Elvis Presley havia sido induzida a um coma artificial e estava sob assistência respiratória, segundo o portal especializado em entretenimento TMZ, que citou fontes anônimas. Lisa estava inconsciente quando sua empregada a encontrou em casa, na manhã desta quinta-feira, em Calabasas, subúrbio de Los Angeles, detalhou o portal.

O ex-marido de Lisa Danny Keough, que também vive na propriedade, fez massagem cardíaca na cantora até a chegada da ambulância.

Fontes anônimas afirmaram ao TMZ que a cantora não tentou suicídio. "Foi a mulher mais apaixonada, forte e amável que conheci", elogiou a mãe de Lisa no comunicado, no qual pediu respeito à privacidade da família e agradeceu aos fãs por "seu amor e suas orações".

O assessor de Lisa não respondeu aos pedidos de informações feitos pela AFP.

Dias atrás, Lisa compareceu à cerimônia do Globo de Ouro com sua mãe, Priscilla, na qual viram o ator Austin Butler ganhar o prêmio de melhor ator de drama por sua poderosa atuação em "Elvis".

A cantora e compositora é mãe de três filhos, incluindo Riley Keough, que ganhou notoriedade por sua atuação na série antológica "The Girlfriend Experience", em 2016.