Cantora, ativista e dona de campanha de moda: Juliette faz tudo pós 'BBB21'

·1 minuto de leitura
Juliette no documentário da Globoplay
Juliette no documentário da Globoplay

Não existia manual de instruções para a carreira de Juliette após o 'BBB21'. A sister não só venceu o reality como conquistou o maior nível de popularidade de qualquer participante de um reality brasileiro, entrando na casa com 4 mil seguidores e alcançando hoje a marca 32 milhões de seguidores. A própria Juliette confessou que se sentia perdida, com medo de exagerar na exposição após o programa e apostar em carreiras que não dariam em nada.

Após algumas lives com artistas como Gilberto Gil e Elba Ramalho, Juliette ganhou elogios pela voz e a curadoria, e acabou negando alguns convites, como o feito por Luan Santana para protagonizar o clipe de seu novo single, 'Morena'. No documentário sobre sua trajetória, a ex-sister confessou que se arrependeu das lives por ainda ser muito amadora, mas decidiu continuar no mundo da música ao anunciar o lançamento de um EP de inéditas ainda em 2021.

Leia também:

Além da música, Juliette já atirou para vários lados: em junho, a sister anunciou uma coleção de roupas e acessórias com a C&A, fechando um cachê fixo para a parceria e uma porcentagem pela venda das peças. 

Em setembro, Juliette também irá para a TV, desta vez como apresentadora do 'TVZ'. No ramo da publicidade, Juliette se tornou embaixadora da Avon, Americanas, Globoplay e L'Occitane.

Politizada, Juliette não vem marcando presença só na TV: nas redes sociais, a sister se posicionou sobre assuntos importantes como racismo, xenofobia e recentemente fez um elogio ao SUS e criticou o desmonte do aparelho de saúde pública pelo governo federal. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos