Cantor canadense diz que pai o 'vendeu' por 10 gramas de cocaína

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cantor canadense Forest Blakk, 26, conhecido pela música "Love Me" (2015), relembrou sua infância complicada em uma recente entrevista à revista People. Ele afirmou que seu pai chegou a "vendê-lo" por 10 gramas de cocaína.

"Eu me mudava umas dez vezes por ano. Meu pai era um gângster. Eu o via sacando a arma contra pessoas ainda pequeno. Eu vi alguém tentando assassiná-lo na porta da nossa casa. Ele levou alguns tiros, mas sobreviveu. Meu pai me 'vendeu' por dez gramas de cocaína para o meu padrasto", contou.

O artista relembra que passou a morar com sua avó quando fez 15 anos. "Ela me recebeu em casa e foi o primeiro momento que eu pude respirar. Ela foi minha primeira experiência em ter esperança", desabafou durante a conversa.

Ele conta que foi no porão de sua avó que encontrou uma "saída emocional nas cordas de uma guitarra". Foi no local que o cantor escreveu a música "I Hope You Know", ao lado de Steven Solomon, David Hodges, Drew -Kennedy -a canção agora faz parte de seu novo EP "Every Little Detail".

"Eu escrevi essa música para dizer que realmente espero que você saiba que todos os dias estou aqui fazendo alguma coisa, toda vez que toco um acorde, toda vez que faço um álbum ou um EP, ou saio e toco para o público. Estou realmente pensando em você", diz Blakk sobre sua homenagem à sua avó.