Cantor do BTS doa R$ 490 mil para crianças com câncer em seu aniversário

·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cantor Suga, do BTS, comemorou o aniversário de 28 anos fazendo uma doação de R$ 490 mil para o Hospital Keimyung University Dongsan, em Daegu, sua cidade natal na Coreia do Sul. O dinheiro é para ajudar crianças em tratamento de câncer que a famílias não podem arcar com as despesas. Segundo o site Koreaboo, a direção do hospital ficou extremamente grata pela doação e afirmou que espera que a ação de Suga seja replicada pela comunidade local. "Espero que esta doação ajude as crianças que não estão recebendo tratamento devido a circunstâncias familiares difíceis, para que possam crescer saudáveis e brilhantes", afirma o cantor. Em fevereiro, J-Hope, outro integrante do grupo, doou quase o mesmo valor para crianças com deficiência. No ano passado, a boyband BTS doou US$ 1 milhão (R$ 5,5 milhões) para o movimento Black Lives Matter, em apoio aos protestos dos EUA contra o racismo e a violência policial após a morte de George Floyd -um homem negro de 46 anos que foi assassinado no dia 25 de maio por um policial branco que o asfixiou usando o joelho. A doação foi confirmada pela gravadora da banda, Big Music Entertainment, à agência de notícias Reuters. Antes disso, o grupo de k-pop usou sua conta no Twitter para se posicionar contra o racismo e a violência com a hashtag do movimento Black Lives Matter. "Somos contra a discriminação racial. Nós condenamos a violência. Você, eu e todos nós temos o direito de sermos respeitados. Estaremos juntos", escreveu a banda no microblog. De acordo com a agência, a hashtag se tornou viral entre os fãs do grupo K-pop e criou outra onda de doações com uma nova hashtag, MatchAMillion (Alcançar 1 Milhão, em português). O movimento incentivava a base de fãs do BTS a doarem em apoio à causa para atingir o mesmo valor que a banda. O BTS suspendeu sua turnê mundial por causa da pandemia do coronavírus. O quarto álbum da banda, "Map of the Soul: 7", foi lançado neste ano, e estreou no final de fevereiro no topo da parada da Billboard. Nos últimos anos, o BTS se tornou o porta-estandarte mundial do pop puro. Os sete membros -J-Hope, RM, Suga, Jungkook, V, Jin e Jimin-- são carismáticos, ágeis e, o que é mais importante, determinados a manter o ritmo de trabalho e a ambição requeridos para serem populares em seu país, nos Estados Unidos e em praticamente todos os outros lugares do planeta. MAIOR ARTISTA GLOBAL DE 2020 O grupo de K-pop BTS foi reconhecido como maior artista global de 2020 pela IFPI (Federação Internacional da Indústria Fonográfica). A homenagem anual reconhece a popularidade mundial de um artista ou grupo em streaming e vendas, incluindo vinil, downloads e CDs. O BTS ficou a frente de nomes como Taylor Swift, The Weeknd, Billie Eilish, Ariana Grande e Justin Bieber, e fez história ao se tornar o primeiro grupo asiático a conquistar a primeira colocação. O segundo lugar foi de Taylor Swift e o terceiro ficou com Drake. Em 2020 o grupo coreano alcançou o primeiro lugar na parada Billboard Hot 100 com "Dynamite". Outros de seus sucessos são "ON" e "Life Goes On". Frances Moore, o CEO da IFPI, disse: "BTS é um fenômeno global. Eles tiveram outro ano excelente, lançando três álbuns e continuamente encontrando maneiras criativas e envolventes de compartilhar sua história com o mundo".