Estamos todos cansados. E o que fazer para surtar menos?

·4 minuto de leitura
Stressed student at home studying with personal laptop computer - tired teenager for school work -internet. addiction for game or job search concept - indoor technology activity
Entre notícias, estudo à distância, trabalhar de casa e, claro, a própria pandemia, o que vemos é uma epidemia do cansaço (Foto: Getty Creative)

Redes sociais afora, a opinião é unânime. Estamos todos cansados. Do quê, exatamente, é difícil dizer, as causas são tantas que já perdemos as contas: a pandemia de coronavírus, o isolamento social, o excesso de informações, a política, a economia, o home office… De fato, motivos não faltam.

Não é à toa que a fadiga da quarentena acometeu até mesmo aqueles que eram super a favor do lockdown no combate à disseminação do coronavírus e a flexibilização começou antes mesmo de ser oficializada. Se você faz parte do time dos casados, bem-vindo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

Seis meses depois de a quarentena ter sido estabelecida pela primeira vez, talvez você já não lave as mãos com a mesma frequência, esqueça de tomar banho ao chegar do mercado e até passou a sair de casa com mais frequência e sem tanta necessidade assim. Dentro de casa, lidar com o trabalho e as tarefas domésticas deixa a sua cabeça dividida, some à isso filhos, um bicho de estimação ou até os seus pais e o espaço parece ter diminuído de tamanho (e de paciência) para lidar com tudo ao mesmo tempo.

Leia também

Palavras como "produtividade" e "rotinas produtivas" dispararam em plataformas como o Pinterest, que viram a busca por esses termos (e ideias relacionadas) aumentarem até seis vezes no período de isolamento social. Ao mesmo tempo, a procura por um cotidiano menos estressante e mais significativo, com hábitos positivos (como a meditação), também cresceu, o que significa que nem tudo eram flores entre quatro paredes - e nem poderíamos esperar que fosse, considerando o caos que reinava do lado de fora.

Como reverter o cansaço crônico?

Com esse quadro muito bem pintado, o ideal é buscar entender de que forma reverter esse cansaço todo. De fato, uma situação estressante, quando se mantém por muito tempo, está fadada a deixar qualquer um exausto. Mas, como diz a consteladora e terapeuta Alessandra Pais em suas lives para o Instagram do Yahoo Vida e Estilo, investir a auto-observação é essencial. Então, o que fazer para reverter esse cansaço?

1.Antes de mais nada, descanse

O primeiro passo para diminuir o estresse é colocar limites e fronteiras para o seu trabalho e até para o tempo que passa na internet, na frente de telas. Por isso, descanse. Deixe o corpo dormir o quanto precisar, faça pausas ao longo do dia e estabeleça um limite para a quantidade de horas que passa no computador. O que nos leva ao segundo ponto:

2.Mexa o corpo

Quer via aulas online, sozinho ou indo à academia devidamente equipado (ou, até, ao ar livre) busque manter uma rotina de exercícios físicos. O tempo dentro de casa, em um ambiente fechado e com limitação de movimentos, gera desconfortos e muitas dores no corpo - médicos indicam até a queda de massa muscular, o que também pode aumentar a sensação de cansaço. Fora que já é sabido que a atividade física colabora não só para o bem-estar físico, como mental, ajudando no tratamento de depressão e ansiedade.

3.Faça um detox

De fato, nunca se falou tanto em desintoxicação das redes sociais como hoje em dia, mas em tempos de avalanche de informações, é preciso saber quando parar. Estabeleça horários para usar as redes sociais e evite os períodos logo depois de acordar e antes de dormir, para manter a cabeça preparada para o sono e descansada.

4.Cuide você

Autocuidado é mais uma daquelas palavras que ganhou muita notoriedade ao longo do tempo, mas o que ela realmente significa? Cuidar de si mesmo significa se atentar às suas necessidades, e vai além do skincare e das máscaras capilares. É nutrir a si mesmo de hábitos e coisas que você gosta, como estudar uma língua, bordar ou apenas tomar uma xícara de café sossegado no sofá da sala. Separe momentos para não fazer nada.

5.Converse com as pessoas

Lembre-se, o relacionamento com as pessoas que você gosta é essencial para manter o seu nível de energia alto. Converse com amigos e familiares, mesmo que seja ainda por videoconferência. Não perca o contato com as pessoas que você quer bem.

Vale sempre lembrar que quarentena não é sinônimo de produtividade e que é possível encontrar equilíbrio entre a pandemia que acontece lá fora e a interna, de cada um. O ponto chave é paciência, empatia e cuidado - consigo mesmo, com os outros e com os ambientes em que a gente transita.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos