Campanha falsa para ajudar Amber Heard arrecada R$ 5 milhões; entenda

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Campanha falsa para ajudar Amber Heard é tirada do ar após arrecadar R$ 5 milhões (Foto: Cliff Owen/Consolidated News Pictures/Getty Images)
Campanha falsa para ajudar Amber Heard é tirada do ar após arrecadar R$ 5 milhões (Foto: Cliff Owen/Consolidated News Pictures/Getty Images)

O site GoFundMe, criado para viabilizar campanhas de arrecadamento de dinheiro, removeu uma página que tentava enganar fãs de Amber Heard a ajudá-la a pagar a indenização devida pela atriz ao ex-marido, Johnny Depp, após ser condenada por difamação na última semana. As informações são do TMZ.

A página foi criada logo após o veredito do Tribunal do Condado de Fairfax, no Estado norte-americano da Virgínia, na quarta-feira (1º), por uma usuária identificada pelo nome de Kimberly Moore. Com o título "Justice for Amber Heard" ("Justiça para Amber Heard"), a página tinha a proposta de ajudar a atriz de "Aquaman" e a criadora da campanha ainda afirmava ter tido contato com o a defesa de Heard para ter certeza de que ela teria acesso ao dinheiro arrecadado.

"O julgamento foi uma desgraça. Eu acredito em Amber e as redes sociais protegeram o abusador. O julgamento excedeu o seu patrimônio. É tão triste que ele acabou se safando de um abuso. O julgamento aprofunda o abuso. Se você puder, por favor, ajudá-la. Ela terá acesso direto ao dinheiro", prometeu a descrição da campanha.

No entanto, como o site não conseguiu provar que a página era verdadeira, o GoFundMe optou por tirá-la do ar, mas não sem antes arrecadar cerca de US$ 1 milhão (R$ 4,77 milhões na cotação atual) dos US$ 8,35 milhões (R$ 39.871.250 milhões) devidos pela atriz ao ex.

Campanha falsa para ajudar Amber Heard é tirada do ar após arrecadar R$ 5 milhões (Foto: Reprodução/GoFundMe)
Campanha falsa para ajudar Amber Heard é tirada do ar após arrecadar R$ 5 milhões (Foto: Reprodução/GoFundMe)

Entenda o polêmico caso de Johnny Depp e Amber Heard

Johnny Depp processou Amber Heard por difamação em um processo de US$ 50 milhões. A ação foi motivada por um artigo que ela escreveu para o "The Washington Post" em 2018, no qual se descreveu como uma "figura pública que representa abuso doméstico".

Embora Depp não tenha sido citado no artigo, o astro afirmou que isso lhe custou papéis lucrativos no cinema. Heard, então, contra-processou o ex-marido, com um pedido de US$ 100 milhões por causa das declarações que o advogado dele fez sobre suas alegações de abuso.

O ator ganhou a ação contra a ex-esposa no Tribunal do Condado de Fairfax, no Estado norte-americano da Virgínia após o júri considerar que a atriz difamou o ex-marido. Depp não estava presente no tribunal e assistiu à decisão por vídeo, da Inglaterra, onde está para fazer um show com Jeff Beck. Amber Heard presenciou a decisão no tribunal.

Embora Heard tenha saído perdendo, o júri também condenou Depp por difamação. O valor que deverá ser pago pela atriz, no entanto, é muito maior. "A decepção que eu sinto hoje vai além das palavras", desabafou a atriz após o veredito.

O casal se conheceu em 2011 enquanto filmava "Diário de um Jornalista Bêbado", e se casou em 2015. O divórcio foi finalizado cerca de dois anos depois.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos