Camisas famosas de Mandela vão a leilão para financiar Jardim da Liberdade

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Camisas famosas de Mandela vão a leilão para financiar Jardim da Liberdade
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Alicia Powell

NOVA YORK (Reuters) - A família do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela está vendendo pertences pessoais do líder da campanha contra o apartheid para ajudar a financiar um jardim sendo construído em sua homenagem.

Entre os cerca de 100 itens estarão as camisas de estampas coloridas que "Madiba" usava em ocasiões formais, inclusive para se encontrar com a rainha Elizabeth, do Reino Unido, em 1998 e 2003.

As camisas "deram alegria ao grande líder" e o destacaram de outros políticos, disse Arlan Ettinger, presidente da casa de leilões Guernsey's, sediada em Nova York, que realizará uma venda ao vivo e virtual no dia 11 de dezembro.

Presentes do ex-presidente norte-americano Barack Obama e de outros chefes de Estado, assim como óculos, maletas e calças de Mandela, também estarão à venda para financiar o Jardim da Liberdade Nelson Mandela em Qunu, na África do Sul, onde ele está enterrado. Mandela morreu em 2013, aos 95 anos, em Johanesburgo.

Itens que ilustram a vida familiar de Mandela serão destinados ao memorial.

Makaziwe Mandela disse que o pai queria gerar turismo em Cabo Oriental, onde ele nasceu, e disse que sente a responsabilidade de fazer isto acontecer.

"Quando as pessoas vêm visitar, elas têm que lidar com as próprias questões que têm, não só em termos de racismo, mas também questões pessoais", disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos