Camilla de Lucas chora ao falar de caso de racismo e aconselha: "Não deixem impune"

Camilla de Lucas chora ao falar de caso de racismo e aconselha:
Camilla de Lucas chora ao falar de caso de racismo e aconselha: "Não deixem impune" (Foto: Reprodução/Globo)

Durante participação no "Altas Horas" de sábado (24), Camilla de Lucas relembrou um caso recente de racismo sofrido por ela em um avião e se emocionou ao falar sobre como se sentiu na situação. Ela também disse que pretende processar a companhia aérea e aconselhou outras vítimas a não deixarem situações como a dela passarem impunes.

No programa, Camilla relembrou a abordagem por uma funcionária da companhia aérea, quando ela já estava dentro do avião, para verificar se ela estava no lugar certo, ao constatar que a ex-"BBB21" se encontrava na classe executiva do avião.

"A gente acha que racismo é só chamar o outro de forma pejorativa. O racismo tá na situação de alguém olhar e achar que eu não poderia aquele lugar na executiva, que pra mim é algo normal", declarou. Ela afirmou que a situação a constrangeu e disse que nenhum dos outros passageiros, inclusive brasileiros, que a reconheceram e se revoltaram com a cena, foram obrigados a comprovar o seu lugar na aeronave.

"Quando essa menina falou pra mim, começou a ficar nervosa [com a situação], eu comecei a sentir constrangimento. Eu fiquei muito envergonhada, porque eu pensei que ela achou que eu estivesse na econômica e estivesse me infiltrando ali. Já sofri racismo outras vezes, mas essa foi a primeira vez que eu fiquei envergonha", contou.

Camilla ainda disse que já está avaliando o que pode fazer juridicamente sobre o acontecido e encorajou outras vítimas de racismo a fazer o mesmo: "É constrangedor e eu acho que nessas situações é importante conversar para saber como agir. Eu não vou deixar isso barato. Eu vou entrar com um processo contra a companhia. Eles me procuraram, pediram meu contato, mas eu não vou abaixar a cabeça", declarou.

"O que eu posso dizer pra vocês, que já passaram por uma situação como essa é: não deixem impune, se pronunciem, falem, apoiem e não invalidem a situação de outra pessoa", concluiu. A influenciadora foi aplaudida e recebeu o apoio do apresentar Serginho Groisman.