Caetano revela reencontro recente com Jorge Salomão

CRISTINA CAMARGO
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASILIA, DF, BRASIL, 04-11-2019 - O cantor Caetano Veloso dá entrevista na frente do STF após participar de uma audiência pública sobre uma ação da Rede contra mudanças na política de Cinema e audiovisual, com a ministra Carmen Lucia. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em publicação em suas redes sociais, Caetano Veloso contou que se reaproximou no verão deste ano do poeta, letrista e performer Jorge Salomão após um período de afastamento. Jorge morreu neste sábado (7), no hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro. Ele sofreu um infarto em fevereiro, implantou três pontes de safena, mas não sobreviveu a uma infecção.

"Felizmente voltei a curtir intensamente sua presença, seu humor, o radical brilho de sua inadequação a convenções, numa mesa entre o acarajé de Dinha e a igreja de Sant'Ana do Rio Vermelho, nesse verão que acaba de acabar", escreveu Caetano.

Segundo o cantor e compositor baiano, o afastamento aconteceu por "um molho de maluquices" e os dois foram reaproximados pelo jornalista Claudio Leal.

"Jorge tem grande importância em minha vida", disse, lembrando que o poeta está na canção "O Conteúdo", escrita por ele na volta do exílio, em 1972, durante a ditadura militar brasileira.

No encontro do Rio Vermelho, bairro conhecido como o mais boêmio de Salvador e onde Caetano tem casa, ele ganhou de Jorge um exemplar da coletânea de poemas "7 em 1".

Caetano, em sua manifestação sobre a morte de Jorge, lembrou também que ele foi colega de Dedé Gadelha, sua primeira mulher, no Colégio da Bahia.

"Figura única", resumiu.